quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

Último dia do ano

Parece até um pouco clichê, mas no último dia do ano a gente para pra pensar um pouco nos dias que o fizeram... Já me disseram que sou muito melancólica, até concordo, mas esse 2008 já vai tarde!!

Comecei o ano com uma despedida bem dolorosa, de alguém que estava partindo por vontade própria e que eu não tinha bons pressentimentos de como seria a nossa relação a partir daquele momento... pois bem, foi um pouco de como eu pensei, nos distanciamos, e as coisas não foram mais as mesmas...

Logo depois perdi uma pessoa muito querida, minha avó. Nunca pensei que iria me sentir tão mal com sua perda, até porque eu não a via sempre, mas acho que foi justamente por isso que eu senti tanto a sua partida.

Mas se posso dizer que tive algo bom com certeza foi o meu curso... meus sábados passaram a ter um outro sentido, conheci pessoas maravilhosas, fiz AMIGOS, tenho prazer em assistir as aulas, e me achei profissionalmente!!

Me decepcionei com pessoas que eu confiava plenamente...

Perdi peessoas que eu amava incondicionalmente e nem sabia...

2008 com certeza não foi o melhor ano pra mim, mas também não foi o pior. Decepções, perdas, saudade, angústia... tudo isso faz parte da vida, e é com isso que nos tornamos pessoas melhores, que aprendemos a valorizar as pequenas coisas, os pequenos gestos, os pequenos momentos.

A expectativa pra 2009 é beeem grande, projetos, viagens, perspectivas, tudo isso já faz parte desse ano que começa em algumas horas... que eu faça mais amigos, que eu ame mais, que eu simplesmente VIVA mais.

E que ele seja bom para todos!!

sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Saudades...


Nem parece que já faz 11 anos... é como ele mesmo disse, continuará vivo na lembrança como sempre o vimos em vida, alegre e otimista!

Mudaram as estações
Nada mudou
Mas eu sei que alguma coisa aconteceu
Tá tudo assim, tão diferente
Se lembra quando a gente
Chegou um dia a acreditar
Que tudo era pra sempre
Sem saber
Que o pra sempre
Sempre acaba
Mas nada vai conseguir mudar
O que ficou
Quando penso em alguém
Só penso em você
E ai então estamos bem
Mesmo com tantos motivos
Pra deixar tudo como está
Nem desistir, nem tentar
Agora tanto faz
Estamos indo de volta pra casa

sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Mensagem de Natal


Eu poderia escrever qualquer coisa aqui neste momento, mensagens de Natal circulando pela internet não faltam, podia colocar minha cabeça pra funcionar e sairia alguma coisa também. Mas prefiro colocar aqui a mensagem escrita por minha avó, de 92 anos, que a cada dia prova que está mais lúcida que muita gente por ai.


"Que todos se compenetrem da necessidade da preparação desses dias que precedem o Natal.
Pedindo a Deus que nos ajude a conseguir da melhor maneira esperar por ele.
A cada um refletir mais a situação da vida inteira, que quase sempre fica esquecida, por conta da luta do dia-a-dia.
Desejo a todos um bom Natal, bom no sentido de ver melhor as coisas do espírito e colocar em ordem a consciência.
A vida não termina aqui, cada um tem que ter uma maneira para melhor conduzi-la a eternidade.
A situação de cada um é para cada um, é para resolver o momento. As vezes a gente nem espera conseguir, deixa para depois e fica a vida toda.
Todos devem se convencer de que aqui é uma passagem e que essa passagem pode ser, as vezes, inesperada.
Portanto, vamos aproveitar os momentos da vida que Deus dá a cada um da melhor maneira possível."
(Vovó Lourdes, 2008)

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

É o que me interessa

Porque Lenine é o cara!! Música perfeitaaaaaaaa...

Daqui desse momento
Do meu olhar pra fora
O mundo é só miragem
A sombra do futuro
A sobra do passado
A sombra é uma paisagem
Quem vai virar o jogo e transformar a perda
Em nossa recompensa
Quando eu olhar pro lado
Eu quero estar cercado só de quem me interessa

Às vezes é um instante
A tarde faz silêncio
O vento sopra a meu favor
Às vezes eu pressinto e é como uma saudade
De um tempo que ainda não passou
Por trás do seu sossego, atraso o meu relógio
Acalmo a minha pressa
Me dá sua palavra
Sussure em meu ouvido
Só o que me interessa

A lógica do vento
O caos do pensamento
A paz na solidão
A órbita do tempo
A pausa do retrato
A voz da intuição
A curva do universo
A fórmula do acaso
O alcance da promessa
O salto do desejo
O agora e o infinito
Só o que me interessa

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Amor

Acredite sempre no amor
Não fomos feitos para a solidão
Se você está sofrendo por amor,
está com a pessoa errada,
ou amando de uma forma ruim pra você,
caso tenha se separado,
Curta a dor, mas se abra para outro amor.
E se estiver amando, declare seu amor.
Cada vez mais devemos exercer nosso direito
de buscar o que queremos (sobretudo no amor)
Mas atenção: alegria e bom senso são fundamentais
Arrisque!
O amor não é para covardes!

PS - Não sei quem é o autor!

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Casamento de Breno


Foi tudo tão lindo...

Os noivos, o lugar, as músicas, as declarações, os irmãos...

Que eles sejam muito felizes e que meu sobrinho venha com muita saúde!


As fotos renderam, e essa ficou linda!

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Castelinho


Como se não bastasse passar o fds segurando 4 velas, fui impedida de construir meu castelinho...

Eu lá... na minha... concentrada... construindo meu castelinho com todo amor, pra quem sabe assim atrair meu príncipe...

Ai chega essa pessoa encantadora e destrói tudo.

Vai ter volta viu sr. Fabio?!

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Barriga é barriga

Textinho antigo... dizem que de Arnaldo Jabor!!
Ao Boteco, todos!
Barriga é barriga, peito é peito e tudo mais.
Confesso que tive agradável surpresa ao ver Chico Anísio no programa do Jô, dizendo que o exercício físico é o primeiro passo para a morte.
Depois de chamar a atenção para o fato de que raramente se conhece um atleta que tenha chegado aos 80 anos e citar personalidades longevas que nunca fizeram ginástica ou exercício - entre elas o jurista e jornalista Barbosa Lima Sobrinho - mas chegou à idade centenária, o humorista arrematou com um exemplo da fauna: A tartaruga com toda aquela lerdeza, vive 300 anos.
Você conhece algum coelho que tenha vivido 15 anos?
Gostaria de contribuir com outro exemplo, o de Dorival Caymmi. O letrista, compositor e intérprete baiano foi conhecido como pai da preguiça. Passava 4/5 do dia deitado numa rede, bebendo, fumando e mastigando. Autêntico marcha lenta, levava 10 segundos para percorrer um espaço de três metros. Pois mesmo assim e sem jamais ter feito exercício físico, passou dos 90 anos.
Conclusão: Esteira, caminhada, aeróbica, musculação, academia? Sai dessa enquanto você ainda tem saúde...
E viva o sedentarismo ocioso!
Não fique chateado se você passar a vida inteira gordo.
Você terá toda a eternidade para ser só osso!
Então: NÃO FAÇA MAIS DIETA!
Afinal, a baleia bebe só água, só come peixe, faz natação o dia inteiro, e é GORDA!
O elefante só come verduras e é GORDO!
VIVA A BATATA FRITA E A COCA!
Você tem pneus? Lógico, todo avião tem!

sexta-feira, 28 de novembro de 2008


Já não se sabe o momento exato de partir
Não quero me entregar tão cedo
Aquele amor que sentíamos quando nos conhecemos
Não tá rolando mais, faz tempo

Não vejo mais o brilho dos seus olhos pra mim
Nem sei se ainda posso te fazer feliz
Cada momento que passamos, juro, foi bom
Mas tudo que acende apaga
E o que era doce se acabou

Me diz que eu to jogando fora
O amor que tem no coração

quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Busca Vida

"Porque tudo o que eu queria era sumir por um tempo"

Vou sair pra ver o céu, vou me perder entre as estrelas. Ver de onde nasce o sol, como se guiam os cometas pelo espaço, e os meus passos nunca mais serão iguais.

Se for mais veloz que a luz, então escapo da tristeza. Deixo toda dor pra trás, perdida num planeta abandonado, no espaço, e volto sem olhar pra trás.

No escuro do céu... mais longe que o sol.

domingo, 23 de novembro de 2008

Apples and Wine

Women are likes apples on trees. The best ones are the top of the tree. Most men don’t want to reach for the good ones because they are afraid of falling and getting hurt. Instead, they sometimes take the apples from the ground that aren’t as good, but easy. The apples at the top think something is wrong with them, when in reality, they’re amazing. They just have to wait for the right man to come along, the one who is brave enough to climb all the way to the top of the tree.
Now men… men are like a fine wine. They begin as grapes, and it’s up to women to stomp the shit out of them until they turn into something acceptable to have dinner with.
Share this with all the good apples you know.

sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Cônego Guedes

Foto velhinha, mas de um dia inesquecível!!
Não existem palavras que possam definir quem foi essa pessoa!!
Um santo homem...
Graças a Deus tive a sorte de conviver com ele durante toda minha vida!!
Agora ele está no melhor lugar... intercedendo por nós!!
Sua presença física será sentida, mas compensada por tudo o que ele deixou!!
Descanse em paz!!

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Ilusión

Uma vez eu tive uma ilusão
E não soube o que fazer
Não soube o que fazer
Com ela
Não soube o que fazer
E ela se foi
Por que eu a deixei
Por que eu a deixei?
Não sei
Eu só sei que ela se foi
Mi corazón desde entoces
La llora diario
No portão
Por ella
No supe que hacer
Y se me fue
Por que la deje
Por que la deje?
No sé
Solo sé que se me fue
É a ilusão...

domingo, 16 de novembro de 2008

Gaibu...

Fim de semana em Gaibu...
Sol, mar, amigos!!
Para os que não foram, só posso dizer: P-E-R-D-E-U...
Perdeu lua cheia
Perdeu as "mili" baratas
Perdeu o significado de "camisola" pra um gringo
Perdeu o hamburguer de bife
Perdeu os churros
Perdeu a metade do bolo (porque a outra metade era de Bruna)
Perdeu dormir na varanda e acordar com a chuva na cara
Perdeu o caminho até Calhetas
Perdeu o "é notável"
Perdeu saber o significado do nome da estrela Pistola
Perdeu a super-mega-hiper andada até achar algum lugar sem gente
Perdeu jogar barra-bandeira e ver as quedas (inclusive a minha)
Perdeu levar ré de salva-vidas
Perdeu ver Kleython feito uma porca na lama
Perdeu o churrasquinho
Perdeu minha casa linda...
E entre outras tantas coisas,
Perdeu um fds na companhia das melhores pessoas!!
PS - Aos que não apareceram nesta foto, me desculpem, mas achei essa tão bonitinha!!

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

A ilha dos sentimentos

Porque o amor, quando verdadeiro, não acaba nunca...
Havia uma vez uma ilha, na qual viviam todos os sentimentos e valores do homem: o Bom Humor, a Tristeza, o Saber... como também todos os outros, incluindo o Amor.
Um dia avisaram os sentimentos que a ilha estava prestes a afundar-se. Então, todos prepararam seus barcos e partiram. Unicamente o Amor ficou, esperando sozinho, até o último momento.
Quando a ilha estava a ponto de desaparecer no mar o Amor decidiu pedir ajuda.
A Riqueza passou perto do Amor num barco luxuosíssimo e o Amor disse-lhe:
- Riqueza, podes me levar contigo?
- Não posso porque tenho muito ouro e prata no meu barco e não há lugar para ti.
Então o Amor decidiu pedir ao Orgulho, que estava passando numa magnífica barca:
- Orgulho, rogo-te, podes me levar contigo?
- Não posso levar-te Amor. Respondeu o Orgulho. Aqui tudo é perfeito, poderias arruinar-me a barca.
Então o Amor disse à Tristeza, que estava se aproximando:
- Tristeza, peço-te, me deixa ir contigo.
- Ó Amor, respondeu a Tristeza, estou tão triste que necessito ficar só.
Logo, o Bom Humor passou em frente ao Amor, mas dava gargalhadas tão altas que não ouviu que o estavam a chamar.
De repente uma voz disse:
- Vem Amor, levo-te comigo.
Era um velho que o havia chamado. O Amor sentiu-se tão contente e cheio de alegria que se esqueceu de perguntar o nome ao velho.
Quando chegou em terra firme deu-se conta de quanto devia ao velho, e assim, perguntou ao Saber:
- Saber, podes me dizer quem me ajudou?
- Foi o Tempo, respondeu o Saber.
- O Tempo, perguntou o Amor, por que será que o Tempo me ajudou?
O Saber cheio de sabedoria respondeu:
- Porque só o Tempo é capaz de compreender quão importante é o Amor na vida.

segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Poema

Essa é a foto mais linda que já tiramos juntas!!
Dá uma saudade desse tempo...
Acho essa música linda, e tem tudo a ver!!
POEMA
Eu hoje tive um pesadelo e levantei atento, a tempo
Eu acordei com medo e procurei no escuro
Alguém com seu carinho e lembrei de um tempo
Porque o passado me traz uma lembrança
Do tempo que eu era criança
E o medo era motivo de choro
Desculpa pra um abraço ou um consolo
Hoje eu acordei com medo mas não chorei
Nem reclamei abrigo
Do escuro eu via um infinito sem presente
Passado ou futuro
Senti um abraço forte, já não era medo
Era uma coisa sua que ficou em mim, que não tem fim
De repente a gente vê que perdeu
Ou está perdendo alguma coisa
Morna e ingênua
Que vai ficando no caminho
Que é escuro e frio mas também bonito
Porque é iluminado
Pela beleza do que aconteceu
Há minutos atrás

domingo, 9 de novembro de 2008

Niver de Thiago


Festinha surpresa do nosso amigo Thiago, que fez o favor de esconder na foto!!

O moço do churrasco se garantiu =)

O salgadinho de queijo como sempre... delícia!!

Aletah como sempre rindo atrasada e querendo casar!!

Thiago como sempre com suas histórias!!
Eu como sempre ri demais!!

E Nildo, mesmo sem querer, saiu na foto!!

sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Ninguém é a medida do mundo

Deus nos coloca sempre perto das pessoas com quem podemos aprender algo. Isto é sempre verdade e, com alguma humildade, qualquer um pode comprovar. Mas tem pessoas que vivem como se fossem só para ensinar os outros. Elas realmente crêem saber toda verdade, tudo que é bom, e se sentem no dever de dizer às outras como é o jeito certo de agir ou de pensar, ou até de sentir.
Essas pessoas se acreditam certas, agem numa espécie de convicção heróica, de que todo mundo é cego e elas enxergam tudo. Também é comum que sofram muito na condição de filhos, de pais, de maridos e de esposas, proclamando suas sagradas opiniões, ou guardando-as para si, numa reprovação silenciosa de qualquer conduta discordante.
Se você é uma dessas pessoas que vivem criticando quem não reza pela sua cartilha, que pensam que a verdade que descobriram tem que servir pra todo mundo e que classificam ou outros baseadas nos seus próprios julgamentos pessoais… quero falar com você.
Você precisa acordar! O que você aprendeu, o nível da verdade a que você chegou, o que você já aprendeu sobre comportamento social e conduta, tudo isto é muito seu, é conquista da sua alma nos milênios, e eu não quero que você despreze ou jogue fora. Pode lhe ser muito caro. Pode ter lhe custado muito caro, em luta e sofrimento.
O que você viveu ajuda a ver seu momento presente de uma certa forma e também orienta você nos passos que escolhe dar. Mas isto só serve pra você. Não se aplica às situações dos outros, aos problemas dos outros, às atitudes dos outros, porque as atitudes deles também nascem do que aprenderam em suas próprias experiências.
O que você pensa ou sente a respeito do bom ou do ruim, do conveniente ou inconveniente, é ótimo pra você, mas fica péssimo quando você tenta usar pra enquadrar outras pessoas, ou para dizer-lhes como agir, porque são idéias que nasceram do que você viveu e não têm nada a ver com as vidas que os outros escolheram.
Você pode até explicar suas boas intenções, mas isto não impede que você sofra, porque você quer endireitar o que não é endireitável e porque você não é juiz ou juíza de ninguém. E quanto mais você acredita que vai endireitar os outros, resolver os problemas do mundo com suas idéias, maior o seu orgulho e mais você sofre, pois você não vê o que precisa resolver em você pra parar de sofrer. Com você, você acha que está tudo certo. Só que você não é feliz. Mas acha que o problema não é com você - imagina! - nem com a sua vida azeda. Vai dizer que você não vive melhor porque o mundo não é diferente. Deus tinha que criar um outro Universo, com outra lei, onde você pudesse ficar com suas idéias perfeitas sobre tudo? Tá de sacanagem, né?
Por que não tornar tudo mais fácil?Comece tirando de cima das costas este peso de ter sempre a última palavra sobre as coisas. Essa obrigação de saber o que tomo mundo deve fazer.
É de você que você tem de dar conta. Não é dos outros. Então deixa os outros, que cada um dá conta de si. E vai viver um pouco. Ser amigo. Brincar com leveza de alma. Aprender…
Deus não fez ninguém pra ser a medida da Humanidade, porque isto seria duro demais, sofrido demais… solitário demais pra qualquer um aguentar. Mas ele deu a cada um sua própria noção de medida, também chamada de consciência.

Psicografia do espírito Calunga.
By "Simples coisas da vida - http://www.cirilovelosomoraes.com.br"
PS - Essa pessoa consegue colocar tudo o que eu penso no papel... incrível!!

quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Os anjos

Você conhece alguém assim:

(...)Pegue duas medidas de estupidez
Junte trinta e quatro partes de mentira
Coloque tudo numa forma untada previamente
Com promessas não cumpridas
Adicione a seguir o ódio e a inveja
A dez colheres cheias de burrice
Mexa tudo e misture bem
E não se esqueça: antes de levar ao forno
Temperar com essência de espirito de porco,
Duas xícaras de indiferença
E um tablete e meio de preguiça(...)

Hoje não dá
Hoje não dá
Não sei mais o que dizer
E nem o que pensar


(Fragmentos de "Os Anjos", Legião Urbana)

terça-feira, 4 de novembro de 2008

Reflexão

Ultimamente eu tenho parado pra pensar um pouco mais na minha vida... pensar em várias coisas em vários aspectos.
Muitas vezes me sinto infeliz por não ter isso ou aquilo ou aquela pessoa, por as coisas não serem como eu gostaria que fossem. E realmente, minha vida não é nem um pouco como eu desejo, mas se fosse qual graça teria? Acho que o sentido da vida é esse... buscar a perfeição, a felicidade. Acho que não existe o “feliz pra sempre”, a gente morre tentando isso, e por mais que consiga alcançar os objetivos que um dia almejamos, aos poucos vão surgindo outros.
Se eu pudesse neste exato momento eu mudaria muita coisa, aperfeiçoaria o que já tenho. Não sou 100% feliz, pra isso ainda falta muito. Mas sou feliz, não posso dizer que não sou, sinto falta da vida que já tive, da minha infância, de quando as coisas eram mais fáceis, das pessoas que não estão mais aqui, de quando estive apaixonada e era correspondida. Essas coisas não voltam, mas se renovam. Nada se substitui, mas se soma. Os momentos e as pessoas boas não se esquecem.
Tenho amigos verdadeiros (e estou conhecendo outros)
Tenho uma família linda (e ainda vão nascer outros)
Tenho amores inesquecíveis (e virão outros)
É como diz aquela frase... “Não tenho tudo que (ou quem) amo, mas amo tudo o que tenho”.

domingo, 2 de novembro de 2008

Gaibu

Gaibu sempre me deixa assim... feliz!!
Adorei estar na minha casa.
Adorei estar com todo mundo.
Adorei rir tanto.
So nao gostei da picanha!!

quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Algum dia

Ninguém nunca te disse como ser tão imperfeito
Você tem tão pouca chance de alcançar o seu destino
É fácil fazer parte de um mundo tão pequeno
Onde amigos invisíveis nunca ligam outra vez
Talvez até porque ninguém ligue pra você

Se você quer que eu feche os olhos
Pra alguém que foi viver algum dia lá fora
E nesse dia se o mundo acabar
Não vou ligar pra aquilo que eu não fiz

Faz muito pouco tempo
Aprendi a aceitar
Quem é dono da verdade não é dono de ninguém
Só não se esqueça que atrás do veneno das palavras
Sobra só o desespero de ver tudo mudar
Talvez até porque ninguém mude por você

terça-feira, 28 de outubro de 2008

Medo ou amor?

Mais uma...

Assim como dois caminhos não podem ser seguidos ao mesmo tempo por uma única pessoa, duas escolhas sobre um mesmo tema não podem ser feitas.
Aquele que vai à guerra por sentir-se cumprindo seu dever patriota, não pode, ao mesmo tempo, ficar ao lado da esposa e de sua família.
Quem escolhe continuar, não pode, simultaneamente permanecer. A vida é uma constante troca de uma coisa por outra e é importante aceitar isso.
Quando o caminho bifurca e o destino faz uma pergunta, qual a melhor escolha?Em qualquer espaço ou tempo, pergunte-se: “O que o amor faria?”A resposta a esta pergunta poderá tirar-lhe do ardor de diversas consequências advindas de uma escolha mal feita. O amor cabe em qualquer lugar e hora, permanecendo como a mais acertada forma de ser e fazer feliz.
Qualquer outra escolha que não seja por amor, certamente será por medo. Você está se perguntando: “Medo?”.
Se o medo de perder o que nem é seu se chama ciúme, o amor ao direito de simplesmente escolher estar ao lado chama-se liberdade. Se o medo de admitir que você também erra chama-se rancor, a amorosa visão de que ninguém é melhor que ninguém chama-se perdão.
Se formos pensar, tudo o que não nos faz bem são medos disfarçados e tudo o que nos torna melhores e felizes é o amor. Medo de si mesmo é não gostar-se e aí, é bom saber que você pode reinventar-se a todo momento. Amor por si mesmo é gostar-se e aí, a energia contagiante de fazer com que todos ao seu redor sintam-se atraídos por você, chama-se auto-estima.
O que você tem escolhido? Na hora de viajar, por exemplo, pergunte-se: Estou deixando de ir por medo, estou indo por medo, estou ficando por amor ou estou indo por amor? E lembre-se, amor é algo que só pode existir, quando antes existe por você próprio. Ame-se mais para amar mais. Não ama, apenas acha que ama, aquele que diz que ama mas nem sabe o que é amor próprio.
Medo ou amor? A escolha é sua e cada segundo de sua vida lhe perguntará isso.

(Victor Chaves)

segunda-feira, 27 de outubro de 2008

Domingo...

Porque eu amo essas mococas...
E mesmo segurando 4 enormes velas adorei nosso fim de semana!!
Pizza... cheese file... cocaaa...
E que cartola foi aquela?!

sábado, 25 de outubro de 2008

Liberdade

Como se não bastasse ele ainda escreve textos como esse...

Em primeiro momento, parece tratar-se da capacidade de se fazer qualquer coisa. Porém, prefiro chamar esta capacidade de livre-arbítrio. Liberdade, penso eu, é uma condição de momento. Você possui ou não. Livre-arbítrio, a gente nasce e morre com ele. Liberdade, não.
Escravos nasciam com livre-arbítrio, mas sem liberdade. Podiam ou não fugir de seus donos, correndo o risco de serem resgatados e torturados até a morte. Mas, ainda que não fossem pegos, liberdade não teriam. Livre-arbítrio, sim.
Este dicotômico paralelo entre o “devo” ou “não devo fazer” é que se chama livre-arbítrio. Liberdade envolve dois outros pólos: Posso ou não posso.
Por outro ângulo, a palavra liberdade, tão mal compreendida por nosso tempo, aliada a uma outra palavra que é “responsabilidade”, igualmente escassa em sentidos, teria sua expressão bem mais contundente e eficaz.
Para você, que possui liberdade, responsabilidade é o remédio e a prevenção. Se estou dirigindo em uma estrada na qual sinto não haver limitadores de velocidade, sinto-me em liberdade para pisar fundo. Somente a responsabilidade me freia. E é aí que entra o livre-arbítrio.
Se agora está ganhando mais dinheiro, liberdade de compra já possui. A forma responsável ou não com que fará uso deste dinheiro, dependerá de seu livre-arbítrio.
Para outro ângulo e, por sua vez, a palavra “responsabilidade” ganha maior sentido se estiver ligada, conscientemente, à palavra "consequência". Ou seja, tudo o que se faz, gera uma reação de mesmo teor. E melhor ainda dizendo, o que se planta, se colhe.
Podemos nos sentir livres quando não observados, mas é nesta hora, quando ninguém te vê, é que a responsabilidade dá sentido à liberdade. Seu livre-arbítrio está exatamente entre a liberdade e o que fazer com ela.
Quando a liberdade de se escolher entre dois caminhos, um negativo e outro positivo, lhe chega às mãos, você terá, por livre-arbítrio, o direito de escolher o negativo. Porém, se sua consciência lhe pesa, é sinal de que sua escolha foi abrir mão de sentir-se livre para acorrentar-se à culpa.
Digo então: Liberdade é a capacidade de se saber o que fazer com o livre-arbítrio.

(Victor Chaves)

sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Rotina...

Quarta - feira...
Sol...
Piscina...
Victor e Leo...
Essas coisas cansam!!

quinta-feira, 23 de outubro de 2008

A pessoa errada

Pensando bem em tudo o que a gente vê, e vivencia e ouve e pensa, não existe uma pessoa certa pra gente.
Existe uma pessoa, que se você for parar pra pensar, é na verdade, a pessoa errada.
Porque a pessoa certa faz tudo certinho. Chega na hora certa, fala as coisas certas, faz as coisas certas. Mas nem sempre a gente tá precisando das coisas certas.
Aí é a hora de procurar a pessoa errada. A pessoa errada te faz perder a cabeça, fazer loucuras, perder a hora, morrer de amor.
A pessoa errada vai ficar um dia sem te procurar, que é pra na hora que vocês se encontrarem a entrega ser muito mais verdadeira.
A pessoa errada, é na verdade, aquilo que a gente chama de pessoa certa.
Essa pessoa vai te fazer chorar, mas uma hora depois vai estar enxugando suas lágrimas. Essa pessoa vai tirar seu sono, mas vai te dar em troca uma noite de amor inesquecível. Essa pessoa talvez te magoe, e depois te enche de mimos pedindo seu perdão. Essa pessoa pode não estar 100% do tempo ao seu lado, mas vai estar 100% da vida dela esperando você. Vai estar o tempo todo pensando em você.
A pessoa errada tem que aparecer pra todo mundo porque a vida não é certa. Nada aqui é certo. O que é certo mesmo, é que temos que viver cada momento, cada segundo, amando, sorrindo, chorando, emocionando, pensando, agindo, querendo, conseguindo.
E só assim é possível chegar àquele momento do dia em que a gente diz: "Graças à Deus deu tudo certo".
Quando na verdade tudo o que Ele quer é que a gente encontre a pessoa errada pra que as coisas comecem a realmente funcionar direito pra gente...
(Luis Fernando Veríssimo)

terça-feira, 21 de outubro de 2008

A partir do próximo amanhecer


Hoje parei um pouco, alguns minutos de meu corrido dia, para pensar na vida. Na minha vida.
Decidi que a partir do próximo amanhecer mudarei alguns detalhes para ser, a cada novo dia, um pouquinho mais feliz.
Para começar, não olharei para trás. O que passou, passou; se errei, paciência. Foi o melhor que pude fazer à epoca. Remoer o passado não vale a pena. Melhor seguir em frente.
Nem todas as pessoas que amo, retribuem meu amor como “eu” gostaria. E daí?
A partir do próximo amanhecer continuarei a amá-las, mas não tentarei mudá-las. Pode ser até que ficassem como eu gostaria que fossem e deixassem de ser as pessoas que eu amo. Isso eu não quero. Mudo eu. Mudo meu modo de vê-las. Respeito o modo de ser delas.
Mas não desistirei de meus sonhos! Imagine!
A partir do próximo amanhecer lutarei com mais garra para que eles aconteçam. Mas será diferente. Não mais responsabilizarei a mais ninguém por minha felicidade.
Não mais pararei a minha vida porque o que desejo não acontece, porque uma mensagem não chega, porque não ouço o que gostaria de ouvir. Farei o meu momento. Serei feliz agora. Terei outros dias pela frente.
Nunca mais darei tanta importância aos problemas que não tenho conseguido resolver. A partir do próximo amanhecer vou agradecer a Deus todos os dias por me dar forças para viver, apesar dos meus problemas.
Chega de sofrer pelo que não consigo ter, pelo que não ouço, pelo que não recebo, pelo tempo que não tenho e até de sofrer por antecipação pensando apenas no pior. Chega!
A partir do próximo amanhecer só pensarei no que tenho de bom. Meus amigos não mais precisarão me dar o ombro para chorar. Aproveitarei a presença deles para sorrir, cantar, dividir minha felicidade e alegria.
A partir do próximo amanhecer serei eu mesmo. Não mais tentarei ser um modelo de perfeição. Não mais sorrirei sem vontade, nem falarei palavras amorosas porque acho que sei o que os outros querem ouvir.
A partir do próximo amanhecer viverei a minha vida, sem medo de ser feliz. Não, não esquecerei ninguém. Mas…
A partir do próximo amanhecer, quando nos encontrarmos, certamente te darei aquele abraço bem apertado e com toda sinceridade direi… Amo você. E tenho muito amor para te dar.
Com carinho, para todos os meus amigos de coração.

Cirilo Veloso Moraes

domingo, 19 de outubro de 2008

Amigos


Porque meus amigos são os melhores!!


Tenho amigos que não sabem o quanto são meus amigos. Não percebem o amor que lhes devoto e a absoluta necessidade que tenho deles.

A amizade é um sentimento mais nobre do que o amor, eis que permite que o objeto dela se divida em outros afetos, enquanto o amor tem intrínseco o ciúme, que não admite a rivalidade.

E eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos!

Até mesmo aqueles que não percebem o quanto são meus amigos e o quanto minha vida depende de suas existências...

A alguns deles não procuro, basta-me saber que eles existem.

Esta mera condição me encoraja a seguir em frente pela vida.

Mas, porque não os procuro com assiduidade, não posso lhes dizer o quanto gosto deles. Eles não iriam acreditar.

Muitos deles estão lendo esta crônica e não sabem que estão incluídos na sagrada relação de meus amigos.

Mas é delicioso que eu saiba e sinta que os adoro, embora não declare e não os procure.

E às vezes, quando os procuro, noto que eles não tem noção de como me são necessários, de como são indispensáveis ao meu equilíbrio vital, porque eles fazem parte do mundo que eu, tremulamente, construí e se tornaram alicerces do meu encanto pela vida.

Se um deles morrer, eu ficarei torto para um lado. Se todos eles morrerem, eu desabo!

Por isso é que, sem que eles saibam, eu rezo pela vida deles. E me envergonho, porque essa minha prece é, em síntese, dirigida ao meu bem estar. Ela é, talvez, fruto do meu egoísmo.

Por vezes, mergulho em pensamentos sobre alguns deles.

Quando viajo e fico diante de lugares maravilhosos, cai-me alguma lágrima por não estarem junto de mim, compartilhando daquele prazer...

Se alguma coisa me consome e me envelhece é que a roda furiosa da vida não me permite ter sempre ao meu lado, morando comigo, andando comigo, falando comigo, vivendo comigo, todos os meus amigos, e, principalmente os que só desconfiam ou talvez nunca vão saber que são meus amigos!

"A gente não faz amigos, reconhece-os."

sexta-feira, 17 de outubro de 2008

O que eu também não entendo


Essa não é mais uma carta de amor

São pensamentos soltos, traduzidos em palavras

Pra que você possa entender

O que eu também não entendo

Amar não é ter que ter sempre certeza

É aceitar que ninguém é perfeito pra ninguém

É poder ser você mesmo e não precisar fingir

É tentar esquecer e não conseguir fugir

Já pensei em te largar

Já olhei tantas vezes pro lado

Mas quando penso em alguém

É por você que fecho os olhos

Sei que nunca fui perfeita

Mas com você eu posso ser até eu mesma

Que você vai entender

Posso brincar de descobrir desenhos em nuvens

Posso contar meus pesadelos e até minhas coisas fúteis

Posso tirar tua roupa

Posso fazer o que eu quiser

Posso perder o juízo

Mas com você eu to tranquila

Agora o que vamos fazer?

Eu também não sei

Afinal, será que amar é mesmo tudo?

Se isso não é amor, o que mais pode ser?

Estou aprendento também...

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Há dias

Há dias em que acordo querendo mudar para outro mundo
Um mundo onde tudo é possível
Um mundo onde os amores são simples
Um mundo onde não há decepção
Um mundo onde não há mentiras
Um mundo onde não há discussão, não há brigas
Um mundo onde é fácil compreender e ser compreendida
Um mundo onde a felicidade é constante
Um mundo onde os desejos são realizados
Um mundo onde as pessoas que amamos estão próximas
Um mundo onde viver e ser feliz são sinônimos
E onde o “eu te amo” é SINCERO e ETERNO.

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Na sua estante

Te vejo errando e isso não é pecado,
Exceto quando faz outra pessoa sangrar
Te vejo sonhando e isso dá medo
Perdido num mundo que não dá pra entrar
Você está saindo da minha vida
E parece que vai demorar
Se não souber voltar, ao menos mande notícias
Você acha que eu sou louca
Mas tudo vai se encaixar
Tô aproveitando cada segundo
Antes que isso aqui vire uma tragédia
E não adianta nem me procurar
Em outros timbres, outros risos
Eu estava aqui o tempo todo só você não viu
Você tá sempre indo e vindo, tudo bem
Dessa vez eu já vesti minha armadura
E mesmo que nada funcione
Eu estarei de pé, de queixo erguido
Depois você me vê vermelha e acha graça
Mas eu não ficaria bem na sua estante
Só por hoje não quero mais te ver
Só por hoje não vou tomar a minha dose de você
Cansei de chorar feridas que não se fecham, não se curam
E essa abstinência uma hora vai passar

terça-feira, 14 de outubro de 2008

Vovó


Só porque minha vó é linda... e única!

sábado, 11 de outubro de 2008

O tamanho das pessoas

Os tamanhos variam conforme o grau de envolvimento...

Uma pessoa é enorme para você quando fala do que leu e viveu, quando trata você com carinho e respeito, quando olha nos olhos e sorri destravado.

É pequena para você quando só pensa em si mesma, quando se comporta de uma maneira pouco gentil, quando fracassa justamente no momento em que teria que demonstrar o que há de mais importante entre duas pessoas: a amizade, o carinho, o respeito, o zelo e até mesmo o amor.

Uma pessoa é gigante para você quando se interessa pela sua vida, quando busca alternativas para o seu crescimento, quando sonha junto com você. E pequena quando desvia o assunto.

Uma pessoa é grande quando perdoa, quando compreende, quando se coloca no lugar do outro, quando age não de acordo com o que esperam dela, mas de acordo com o que espera de si mesma.

Uma pessoa é pequena quando se deixa reger por comportamentos clichês.

Uma mesma pessoa pode aparentar grandeza ou miudeza dentro de um relacionamento, pode crescer ou decrescer num espaço de poucas semanas.

Uma decepção pode diminuir o tamanho de um amor que parecia ser grande. Uma ausência pode aumentar o tamanho de um amor que parecia ser ínfimo.

É difícil conviver com esta elasticidade: as pessoas se agigantam e se encolhem aos nossos olhos. O nosso julgamento é feito não através de centímetros e metros, mas de ações e reações, de expectativas e frustrações.

Uma pessoa é única ao estender a mão, e ao recolhê-la inesperadamente, se torna mais uma.

O egoísmo unifica os insignificantes.

Não é a altura, nem o peso, nem os músculos que tornam uma pessoa grande...

É a sua sensibilidade, sem tamanho!

quinta-feira, 9 de outubro de 2008

Mais uma vez

Mas é claro que o sol vai voltar amanhã
Mais uma vez, eu sei
Escuridão já vi pior, de endoidecer gente sã
Espera que o sol já vem
Tem gente que está do mesmo lado que você
Mas deveria estar do lado de lá
Tem gente que machuca os outros
Tem gente que não sabe amar
Tem gente enganando a gente
Veja nossa vida como está
Mas eu sei que um dia a gente aprende
Se você quiser alguém em quem confiar
Confie em si mesmo
Quem acredita sempre alcança
Nunca deixe que lhe digam
Que não vale a pena acreditar no sonho que se tem
Ou que seus planos nunca vão dar certo
Ou que você nunca vai ser alguém
Tem gente que machuca os outros
Tem gente que não sabe amar
Mas eu sei que um dia a gente aprende
Se você quiser alguém em quem confiar
Confie em si mesmo
Quem acredita sempre alcança

terça-feira, 7 de outubro de 2008

Por onde andei

Seguindo a linha... mais uma!

Desculpe estou um pouco atrasado
Mas espero que ainda dê tempo
De dizer que andei errado e eu entendo
As suas queixas tão justificáveis
E a falta que eu fiz nessa semana
Coisas que pareceriam óbvias até pra uma criança
Por onde andei enquanto você me procurava
Será que eu sei que você é mesmo tudo aquilo que me faltava
Amor eu sinto a sua falta
E a falta é a morte da esperança
Como um dia que roubaram seu carro
Deixou uma lembrança
Que a vida é mesmo coisa muito frágil
Uma bobagem uma irrelevância
Diante da eternidade do amor de quem se ama
Por onde andei enquanto você me procurava
E o que eu te dei foi muito pouco ou quase nada
E o que eu deixei algumas roupas penduradas
Será que eu sei que você é mesmo tudo aquilo que me faltava

segunda-feira, 6 de outubro de 2008

As coisas tão mais lindas

Especialmente para uma pessoa especial!!!

Entre as coisas mais lindas que eu conheci
Só reconheci suas cores belas quando eu te vi
Entre as coisas bem-vindas que já recebi
Eu reconheci minhas cores nela então eu me vi
Está em cima com o céu e o luar
Hora dos dias, semanas, meses, anos, décadas
E séculos, milênios que vão passar
Água-marinha põe estrelas no mar
Praias, baías, braços, cabos, mares, golfos
E penínsulas e oceanos que não vão secar
E as coisas lindas são mais lindas
Quando você está
Onde você está
Hoje você está
As coisas são mais lindas
Porque você está
Onde você está
Hoje você está
Nas coisas tão mais lindas

sábado, 4 de outubro de 2008

Aniversário!


Saudade muita... sempre!!

domingo, 28 de setembro de 2008

1ª Carta de São Paulo aos Coríntios

Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, se não tiver amor, sou como o bronze que soa, ou como o címbalo que retine. Mesmo que eu tivesse o dom da profecia e conhecesse todos os mistérios e toda ciência; mesmo que tivesse toda fé, a ponto de transportar montanhas, se não tiver amor, não sou nada. Ainda que distribuísse todos os meus bens em sustento dos pobres, e ainda que entregasse meu corpo para ser queimado, se não tiver amor de nada valeria! O amor é paciente, o amor é bondoso. Não tem inveja. O amor não é orgulhoso. Não é arrogante. Nem escandaloso. Não busca seus próprios interesses, não se irrita, não guarda rancor. Não se alegra com a injustiça, mas se rejubila com a verdade. Tudo desculpa, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.

O amor jamais se acabará.

sexta-feira, 26 de setembro de 2008

Varanda...


Esta é a vista que eu tenho da rede de minha casa de praia em Gaibu... como ela estava em mãos de quem não merecia, deixaram crescer as plantas e a visão ficou um pouco comprometida, mas semana que vem espero que já esteja tudo em ordem!

Poucas pessoas sabem o quanto esta praia e esta casa significam para mim, e mais ainda o que esta música significa!

De tarde quero descansar
Chegar até a praia e ver se o vento ainda está forte
E vai ser bom subir nas pedras
Sei que faço isso pra esquecer
Eu deixo a onda me acertar
E o vento vai levando tudo embora
Agora está tão longe vê
A linha do horizonte me distrai
Dos nossos planos é que tenho mais saudade
Quando olhávamos juntos na mesma direção
Aonde está você agora além de aqui dentro de mim?
Agimos certo sem querer
Foi só o tempo que errou
Vai ser difícil sem você
Porque você está comigo e tempo todo
E quando vejo o mar
Existe algo que diz
Que a vida continua e se entregar é uma bobagem
Já que você não está aqui
O que posso fazer é cuidar de mim
Quero ser feliz ao menos
Lembra que o plano era ficarmos bem?
Ei, olha só o que eu achei: cavalos-marinhos!

terça-feira, 23 de setembro de 2008

Zele por você

Ame mais. Beije muito. Chore com vontade. Dê generosamente. Erre. Faça aquilo que mais teme. Grite. Harmonize-se mais. Importe-se Menos. Junte amigos. Lute pelo que acredita. Mude de opinião. Namore. Ore. Pense em novas possibilidades. Queira Loucamente. Ria frequentemente. Sonhe. Trabalhe com prazer. Use a imaginação. Viva. Zele por você!

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Amigas...


Depois da tarde de ontem com direito a brigadeiro e conversas jogadas fora, eu fiquei pensando nessas mococas!!


Eu sei que vivo rodeada de muitas pessoas, mas não são todas que eu posso chamar verdadeiramente de "amigo". Existem tantas definições de amizade por ai que eu poderia colocar várias aqui, e todas elas seriam verdadeiras.


Mas a amizade que eu tenho por elas não se descreve... são minhas amigas que me viram nascer e vice-versa.


Ontem fiquei pensando nas coisas que já vivemos juntas... deu uma saudade! Uma saudade sadia, que faz rir.


Lembrei quando estávamos brincando de polícia e ladrão e uma janela caiu em cima de Bruna e fez ela jorrar sangue, com Aletah dizendo "Bruninha morreu!".


Ou quando fundamos a ADEMUF "Associação das Mulheres Femininas"... a senha garanto que todas ainda sabem.


Ou quando Clarinha "a vizinha nova" chegou na rua e a gente não via a hora de conhecê-la!


E quando resolvemos ser cover das Spice Girls?!?


Íamos no Comprebem comprar pão só pra ver os meninos das outras ruas, tendo uma padaria na esquina da nossa!


Ficávamos ensaiando os passinhos de pagode a semana toda antes de uma festinha!


E nos momentos difíceis estávamos lá, uma do lado da outra, mesmo que em silêncio, mas que sei que cada uma compreende o que isso significa!


Foi uma vida inteira convivendo, tem tanta história...


Faz alguns anos que eu não tenho mais a convivência diária que tive durante toda a minha vida, e só eu sei a falta que faz. Hoje em dia não da pra simplesmente ir na calçada e passar horas conversando besteira.


Mas uma coisa é fato: sempre que eu passo umas horas com elas me sinto beeeem melhor! Com elas eu me sinto a vontade pra levar uma bronca, ou pra dar uma bronca sem achar ruim. Me sinto a vontade pra tirar onda com a cara delas, com a certeza que elas sabem que eu to brincando!


É tanta coisa que eu poderia escrever...


Mas com isso só queria dizer Aletah, Aninha, Bruna, Fafá, Hélida (que não está na foto), Clarinha...


Amo a amizade de vocês!

domingo, 21 de setembro de 2008

Morrer é preciso


Essa foto é do lugar mais perfeito que eu já pude conhecer! Ver essa paisagem no final da tarde me fez pensar em muitas coisas... é uma inspiração, uma renovação, me fez sentir que tudo é possível quando a gente quer de verdade! Esse texto abaixo me foi enviado ontem e acho que tem um pouco a ver com tudo isso!



Nós estamos acostumados a ligar a palavra morte apenas à ausência de vida e isso é um erro, existem outros tipos de morte e precisamos morrer todo dia. A morte nada mais é do que uma passagem, uma transformação. Não existe planta sem a morte da semente, não existe embrião sem a morte do óvulo e do esperma, não existe borboleta sem a morte da lagarta, isso é óbvio!
A morte nada mais é que o ponto de partida para o início de algo novo, a fronteira entre o passado e o futuro.
Se você quer ser um bom universitário, mate dentro de você o secundarista aéreo que acha que ainda tem muito tempo pela frente.
Quer ser um bom profissional?
Então mate dentro de você o universitário descomprometido que acha que a vida se resume a estudar só o suficiente para fazer as provas.
Quer ter um bom relacionamento?
Então mate dentro de você o jovem inseguro, ciumento, crítico, exigente, imaturo, egoísta ou o solteiro solto que pensa que pode fazer planos sozinho, sem ter que dividir espaços, projeto e tempo com mais ninguém.
Quer ter boas amizades?
Então mate dentro de si a pessoa insatisfeita e descompromissada, que só pensa em si mesmo. Mate a vontade de tentar manipular as pessoas de acordo com a sua conveniência. Respeite seus amigos, colegas de trabalho e vizinhos.
Muitas pessoas não evoluem porque ficam se agarrando ao que eram, não se projetam para o que serão ou desejam ser, elas querem a nova etapa, sem abrir mão da forma como pensavam ou como agiam, acabam se transformando em projetos acabados, híbridos, adultos infantilizados.
Podemos até agir, às vezes, como meninos, de tal forma que mantemos as virtudes de criança que também são necessárias, adultos com brincadeira, sorriso fácil, vitalidade, criatividade, tolerância, etc. Mas, se quisermos ser adultos, devemos necessariamente matar atitudes infantis, para passarmos a agir como adultos.
Quer ser alguém (líder, profissional, pai ou mãe, cidadão ou cidadã, amigo ou amiga) melhor e evoluído?
Então, o que você precisa matar em si, ainda hoje, é o "egoísmo" é o “egocentrismo", para que nasça o ser que você tanto deseja ser.
Pense nisso e morra. Mas, não esqueça de nascer melhor ainda!


“O valor das coisas não está no tempo em que elas duram, mas na intensidade com que acontecem, por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis”

sábado, 20 de setembro de 2008

Fernando Pessoa


Procure os seus caminhos, mas não magoe ninguém nessa procura.
Arrependa-se, volte atrás, peça perdão!
Não se acostume com o que não o faz feliz, revolte-se quando julgar necessário.
Alague seu coração de esperanças, mas não deixe que ele se afogue nelas.
Se achar que precisa voltar, volte!
Se perceber que precisa seguir, siga!
Se estiver tudo errado, comece novamente.
Se estiver tudo certo, continue.
Se sentir saudades, mate-a.
Se perder um amor, não se perca!
Se o achar, segure-o!

(Fernando Pessoa)

sexta-feira, 19 de setembro de 2008

Oração de vovós!!

A vida toda eu frequentei a casa dos meus avós, lá sempre foi minha segunda casa!

E quando sentava na mesa lia sempre uma oração que fica até hoje pendurada na parede:

"Dai-nos força Senhor para aceitar com serenidade tudo o que não possa ser mudado. Dai-nos coragem para mudar o que pode e deve ser mudado. E dai-nos sabedoria para distinguir uma coisa da outra."

Recomendo que esta oração seja rezada com muita fé todos os dias, porque se conseguirmos aceitar, mudar e distinguir muita coisa já se resolve para nós e para quem nós gostamos!

quarta-feira, 17 de setembro de 2008

Pra começar...


Muita gente me pergunta porque eu deixei de ter orkut, fotolog, etc... A resposta mais simples é: ENJOEI! Lógico que existem outros motivos, mas que não valem a pena ser citados. O que importa é que eu não tenho a menor vontade de voltar a tê-los, por isso a escolha de fazer um blog!


Acho que assim poderei postar fotos, coisas que gosto de ler, coisas que escrevo, momentos... e quem gostar de ver ou ler esteja a vontade!


Então, pra começar, uma postagem em homenagem à minha mãe que faz aniversário amanhã!

O que sinto por ela não precisa ser publicado, ela sabe muito bem! Mas ela merece que seja dito em todos os meios a pessoa que ela é, pra que pelo menos sirva de exemplo!


A história dela é mais ou menos o seguinte: nasceu de uma família de 8 irmãos, um pai severo, uma mãe dona de casa. Segunda filha mulher, personalidade forte, infância muito bem aproveitada. Por ter um pai juiz não passou dificuldades, mas também nunca teve tudo o que quis, foi criada dentro dos limites do "pode" e "não pode". Cursou a faculdade de psicologia (a contragosto do pai), se formou, começou a trabalhar, conheceu o futuro marido. Meu pai teve uma vida completamente diferente em termos de "dificuldades", porém foram criados dentro dos mesmos valores morais. Casaram-se, passaram por dificuldades, tiveram 3 filhas, foram muito felizes, e aproveitarm todos os dias que passaram juntos. Há quase 11 anos ele se foi. Ela, no entanto, deu tudo o que podia e não podia pensando no bem de nós, filhas. Trabalhava de manhã, tarde e noite. Cuidava da casa. Cuidava da educãção das filhas. Segurava a barra. Isso tudo só nos fortaleceu e nos uniu.


Hoje, mesmo com Lara morando longe... com Bruna o dia todo fora... sinto que somos mais família do que nunca! E isso devemos à base que foi nosso pai... e à continuação que é nossa mãe!


Mami, te amo!