quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Amor

Acredite sempre no amor
Não fomos feitos para a solidão
Se você está sofrendo por amor,
está com a pessoa errada,
ou amando de uma forma ruim pra você,
caso tenha se separado,
Curta a dor, mas se abra para outro amor.
E se estiver amando, declare seu amor.
Cada vez mais devemos exercer nosso direito
de buscar o que queremos (sobretudo no amor)
Mas atenção: alegria e bom senso são fundamentais
Arrisque!
O amor não é para covardes!

PS - Não sei quem é o autor!

2 comentários:

Patryk Melo disse...

;)

ateh a pedalada!!!

bjaum!!

Anônimo disse...

Apesar de ser um fiel seguidor e “perseguidor” do amor, considero que a maior dificuldade da vida é conseguir permanecer sempre acreditando nele. As demonstrações diárias da falta de amor são infinitas, então para você achar algumas gotas dentro dessa jarra para umedecer os lábios, mantendo assim o sentimento vivo, é muito difícil. Quando falo isso, não é porque esqueci das toneladas de páginas das cartas apaixonadas, de e-mails, de discursos, de palavras jogadas ao vento, etc... aliás, essas demonstrações são muitas vezes as maiores inimigas do amor, pois quase sempre se descobre a falsidade na hora da prática.

“O Homem, que, nesta terra miserável,
Mora entre feras, sente inevitável
Necessidade de também ser fera.” (Augusto dos Anjos)

“O amor não é para covardes!” É UMA GRANDE VERDADE!! Pouquíssimos têm a coragem de se permitir amar verdadeiramente!!!