quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Adeus ano velho!!

Já deu de 2009, valeu, foi bom, Adeus!!!
Apesar de alguns atropelos esse ano foi MARAVILHOSO!!
E que 2010 seja ainda melhor!!

sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

Mais um dia 26 de dezembro

Hoje faz 12 anos que meu pai nos deixou, e o sentimento só não é o mesmo de 12 anos atrás porque a cada dia que passa a saudade aumenta. Esse texto eu fiz ha 2 anos, e li na missa de 1 ano da morte do meu avô e 10 anos da morte do meu pai, transcrevi alguns trechos aqui. Natal será sempre uma época meio estranha e cheia de lembranças boas e ruins, mas a imagem que ficará pra sempre é a de um pai alegre e um avô sorrindo.

...

"Pode ser até um pouco tarde pra falar tanta coisa que eu sempre gostaria ter dito, mas minha fé me faz pensar que hoje mais do que nunca tudo o que penso ou falo é ouvido por eles. Todos aqui sabem quem foi Clodoaldo Oliveira, ou pelo menos já ouviram falar (bem). Tudo o que escuto é que meu avô era um homem acima de tudo bom e justo, acho que essas são as palavras que melhor o definem. Mas poucos sabem como ele era simplesmente 'Vovô Clodoaldo', ou apenas seus 21 netos e 11 bisnetos saibam. Em alguns lugares sempre fui recebida como a 'neta de Clodoaldo' e isto é até hoje. Pra mim, ele sempre foi uma pessoa que eu admirei, mesmo que em silêncio. (...)

Até mesmo quando ele já não estava mais lúcido me ensinou algo. A palavra 'obrigado' nunca deixou de ser pronunciada quando lhe era feito algo para seu bem-estar. Nunca o vi reclamar de nada, até quando a ocasião permitia. Na maioria das vezes nos comunicávamos apenas pelo olhar, ou pelo aperto de mão, e como era gratificante o ver sorrindo quando pronunciava algo em seu ouvido! Não existe nenhuma recordação ruim que eu possa ter de vovô.

Ele sempre foi como um pai, especialmente depois que perdi o meu aos 13 anos de idade. Vovô, ainda lúcido, não deixou de ir um dia sequer em minha casa pra saber se estava tudo bem ou se precisávamos de algo, fez tudo para que eu, minha mãe e minhas irmãs nos sentíssemos confortáveis diante da enorme perda, e não ficássemos sós. Ele sempre fez questão de mostrar que podíamos contar com a família que ele construiu. E hoje, mais do que nunca, me orgulho da família que tenho. (...)

Hoje, celebrando 1 ano da partida do meu avô e 10 anos da partida do meu pai me sinto triste por não tê-los mais ao meu lado, digo com toda convicção que só quem perdeu um pai sabe a falta que ele faz em todos os momentos da vida. Meu pai também sempre foi um exemplo para mim, não existem palavras que possam descrevê-lo como pai, marido, filho, irmão e amigo, todos que o conheceram sabem o quanto ele era especial e apenas eu, minhas irmãs e minha mãe sabemos o que ele significou para a construção de nossas vidas. Não há um dia em que eu não deseje apenas dar aquele abraço apertado no meu pai, ou ouvir o silêncio do meu avô, sinto falta de todos os momentos felizes que vivi ao lado dos dois. Mas fico satisfeita em saber que hoje eles estão juntos e intercedendo por todos nós, com certeza estão podendo nos ajudar mais agora que em vida, e esse pensamento é o que me conforta."

...

Saudade eterna!

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Porque eu sei que é amor

Mais uma musiquinha bacana... essa da minha banda preferida em seu CD novo. Titãs! Composta por Sérgio Brito e Paulo Miklos.
...
Porque eu sei que é amor
Eu não peço nada em troca
Porque eu sei que é amor
Eu não peço nenhuma prova
Mesmo que você não esteja aqui
O amor está aqui agora
Mesmo que você tenha que partir
O amor não há de ir embora
Eu sei que é pra sempre
Enquanto durar
Eu peço somente o que eu puder dar
Porque eu sei que é amor
Sei que cada palavra importa
Porque eu sei que é amor
Sei que só há uma resposta
Mesmo sem porquê eu te trago aqui
O amor está aqui comigo
Mesmo sem porquê eu te levo assim
O amor está em mim mais vivo
Eu sei que é pra sempre
Enquanto durar
Eu peço somente o que eu puder dar
Porque eu sei que é amor
Porque eu sei que é amor

domingo, 6 de dezembro de 2009

Pra você guardei o amor

Porque Nando Reis é tudo de bom!! Música do CD novo 'Drês'...
...
"Pra você guardei o amor que nunca soube dar. O amor que tive e vi sem me deixar sentir, sem conseguir provar, sem entregar e repartir.
Pra você gaurdei o amor que sempre quis mostrar, o amor que vive em mim, vem visitar, sorrir, vem colorir solar, vem esquentar e permitir.
Quem acolher o que ele tem e traz, quem entender o que ele diz no giz, no gesto, o jeito pronto do piscar dos cílios que o convite do silêncio exibe em cada olhar.
Guardei sem ter porque. Nem por razão ou coisa outra qualquer. Além de não saber como fazer pra ter um jeito meu de me mostrar.
Achei vendo em você. E explicação nenhuma isso requer. Se o coração bater forte e arder, no fogo o gelo vai queimar.
Pra você guardei o amor que aprendi, vem dos meus pais. O amor que tive e recebi, e hoje posso dar livre e feliz. Céu, cheiro e ar na cor que arco-íris risca ao levitar.
Vou nascer de novo. Lápis, edifício, tevere, ponte, desenhar no seu quadril. Meus lábios beijam signos feito sinos, trilho a infância, terço o berço do seu lar."

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Desbafo

Tem dias que a gente acorda mesmo diferente. Em um dia a vontade é não se levantar da cama em hipótese alguma; em outros se levanta com um pulo já achando que o dia vai ser pouco pra se fazer tudo o que se pretende; e tem dia que a gente simplesmente acorda e deixa as coisas acontecerem por si sós. Esses são os piores dias.
Esperamos mais dos outros do que de nós mesmos. Esperamos que tudo se resolva sem o nosso esforço. Esperamos a ligação que não acontece, a voz que não se ouve, o abraço que não se dá... e passamos o dia todo esperando, esperando, esperando.
Em alguns momentos a espera é recompensadora, em muitos outros não, porque ela simplesmente não acontece, e quando damos conta já perdemos tempo demais, deixamos de ver o que estava ao nosso redor, deixamos passar um dia em vão.
Tem dias que rezamos para que não acabe, curtimos cada minuto, cada segundo, e esses momentos ficam eternos em nossas lembranças. Coisas boas a gente não esquece. Geralmente essas coisas boas são um simples gesto, uma palavra, um olhar no momento certo, um afago que não se espera, e passamos o resto do dia sorrindo ao simplesmente lembrar. Só o fato de lembrar já é confortante! Mais ainda quando temos certeza de que isso será repetido. Que PODE ser repetido.
Por isso aprendi que o que me faz bem eu levo comigo, eu quero de novo, eu TENHO de novo.
E o que me faz mal... bem, o que me faz mal fica lá, bem guardadinho nas minhas lembranças com o título de "serviu pra aprender, não pra ser lembrado".
E assim eu consigo ter dias bons! Bons com perspectivas de serem perfeitos!

domingo, 29 de novembro de 2009

Lucky - Jason Mraz

Do you hear me talking to you
Across the water
Across the deep blue ocean
Under the open sky
Oh my Baby, I'm trying
Boy, I hear you in my dreams
I feel you whisper across the sea
I keep you with me in my heart
You make it easier when life gets hardo
Lucky, I'm loving with my best friend
Lucky, to have been where I have been
Lucky, to be coming home again
They don't know how long it takes
Waiting for a love like this
Every time we say goodbye
I wish we had one more kiss
I'll wait for you, I promise you I will
Lucky, I'm love with my best friend
Lucky, to havre been where I have been
Lucky, to be coming home again
Lucky, we're in love in every way
Lucky, to have stayed where we have stayed
Lucky, to be coming home someday
And so I'm sailing trought the sea
To an island where we'll meet
You'll hear the music fill the air
I'll put a flower in your hair
Trought the breezes trought the trees
Move so pretty you're all I see
As the world keeps spinning round
You hold me right here right now
...
PERFEITO

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Às minhas amigas


Um texto feito, recebido por email, mas que expressa o mais sincero sentimento que eu tenho para com as minhas amigas, sejam elas as forevemente, as da ladeira, do Cocó, do CVC, da pós... AMO todas!!

"Quando eu era pequena acreditava no conceito de apenas UMA melhor amiga para toda a vida. Depois, como mulher, descobri que se você permitir que seu coração se abra, você encontrará o melhor em muitas amigas.

É preciso uma amiga quando você está com problemas com seu homem.
É preciso outra amiga quando você está com problemas com sua mãe ou irmã.
Uma quando você está se sentindo muito gorda, muito magra, muito alta, muito baixa.
Uma quando você quer fazer compras, compartilhar, curar, viajar, rir, ferir, chorar, meditar, brincar, ir ao cinema, ao teatro, ir ao salão de beleza, se divertir na praia, ou ser apenas você mesma.

Uma amiga dirá 'vamos rezar', uma outra 'vamor chorar', outra 'vamos lutar', outra 'vamos fazer compras', outra 'vamos fugir', outra 'vamos saltar de para-quedas'. Outra 'vamos numa vidente', ou 'vamos tomar um porre', outra 'vamos paquerar', outra 'vamos ao spa', ou... 'vamos abandonar tudo e dar a volta ao mundo numa grande aventura!'.

Uma amiga atenderá às suas nessecidades espirituais, saberá sempre dar o melhor conselho e você sentirá que é uma resposta divina. Uma outra amiga atenderá à sua loucura por livros, filmes e DVD's, uma outra sua paixão por sapatos e bolsas. Uma outra por perfumes, velas, incensos. Uma outra por cultura, aventura e viagens.

Uma outra amiga atenderá seu desejo por chocolates, outra por quadros, decoração, outra por música e dança.

Outra enviará uma resposta que você precisa por email. Outra estará com você fisicamente em seus períodos confusos, outra estará a milhares de KM, mas dará um jeitinho de se fazer presente.

Outra será seu anjo protetor e outra será como uma mãe.

Mas onde quer que ela se encaixe em sua vida, quer você a veja pessoalmente ou não, independente da ocasião, quer seja seu casamento, ou apenas uma segunda-feira chuvosa, todas são suas melhores amigas e estarão presentes como puderem.

Elas podem ser concentradas em uma única mulher ou em várias.
Uma do ginásio, uma do colegial, várias dos anos de faculdade.
Umas da academia, outras do clube, outras daquela viagem.
Algumas de antigos empregos, algumas da igreja ou da Yoga.
Outras da internet, outras amigas de suas amigas.
Ex cunhadas, ex rivais, ex chefes ou ex colegas.

Pode ser até mesmo aquela escritora famosa que te ajuda através de um bom livro ou de um programa de TV. Em alguns dias uma "estranha" que acabou de conhecer, e em outros até mesmo sua filha ou sua neta.

Pode ser ainda sua irmã, cunhada, prima, tia, madrinha, mãe, avó, bisa, vizinha, enfim, as possibilidades são infinitas.

Assim podem ter sido 30 minutos ou 30 anos o tempo que essas mulheres passaram e fizeram diferença em nossas vidas, elas sempre deixam um pouquinho delas dentro da gente.

Independente no nível de amizade, da intensidade que até mesmo a distância e o tempo não diminuem, TODAS vocês são especiais pra mim."

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Lua


"Lua bonita se tu não fosses casada arrumaria uma escada pra gente se beijar. E se juntasse teu frio com meu calor pedia a Nosso Senhor pra gente se casar. Lua bonita me causa arrependimento ver São Jorge no jumento pisando seu clarão. Por que casaste com um homem tão sisudo que come, dorme, faz tudo, dentro do seu coração?"

Porque toda vez que vejo a lua lembro dessa música que meu pai cantava sempre que a via também!!

E ontem ela estava especialmente linda... (por que será?)

PS - Foto tirada exatamente às 1:58 (insônia?) de minha cama... sim, eu durmo vendo a Lua e as folhas do jambeiro do quintal de vovó!! Foto mais ou menos porque foi tirada do cel.

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Resumo antecipado do ano

Tudo bem, ainda faltam dois meses e alguns poucos dias para o fim de 2009. No dia 31 de dezembro eu posto um balanço do que aconteceu nesses dias que ainda faltam, mas é que eu ando pensando tanto nas coisas que aconteceram este ano que me deu uma vontade imensa de falar sobre o assunto.
A primeira mudança (e melhor) que me aconteceu foi o fato de ficar mais próxima de minha querida e amada avó. Morar com ela está me fazendo ser uma pessoa melhor, está me fazendo pensar mais nas minhas atitudes e nos momentos que vivo. Vovó cada dia surpreende com uma frase, um gesto, uma atitude, e eu aproveito cada momento único que venho tendo com ela.
Essa convivência me fez dar mais valor ainda aos meus familiares, em especial aos meus irmãos e minhas outras mães. Nossas vidas sempre foram as mesmas, sempre nos importamos uns com os outros, mas as responsabilidades da vida adulta acabam fazendo com que nos afastemos um pouco, e voltar a ter esse convívio com eles me faz muito bem. Meus irmãos e irmãs são minha vida, sorrio com as conquistas deles e choro com as suas decepções. Assim como minhas três mães, que me ensinaram e ensinam, cada uma do seu jeito, a ser uma pessoa melhor.
Meus amigos então nem comento. São minha alegria, e meu ombro quando preciso. Meus novos amigos, meus amigos de infãncia, meus amigos de sempre... cada um deles tem um lugar especial na minha vida, e esse ano eu pude conviver um pouco mais com cada um deles. Posso dizer que tenho uma história para contar de algo que aconteceu nos últimos meses. As conversas, as despedidas, as viagens, as revelações, as brigas... tudo isso contribuiu para fortalecer ainda mais nossa amizade.
Num resuminho básico... esse ano foi muito bom pra mim, está acabando com um saldo positivo, e nada que aconteça nesses próximos últimos dias irá abalar o que estou sentindo hoje!!
AMO muito todos vocês que fazem parte da minha vida!!

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Mônica embaixadora da UNICEF


Texto de "A coluna invertebrada de Danilo Gentili"

Sabia qua já fazem dois anos que a Unicef elegeu a Mônica como sua embaixadora no Brasil? A Mônica deve ter ficado irritada, pois odeia que insinuem que ela é baixa.

Eleger a Mônica como embaixadora foi uma atitude muito inteligente da Unicef. Eles pensaram:
- Nós somos contra o trabalho infantil. Nada mais certo, então, que nomear para o cargo uma criança de sete anos.

O próximo passo da Unicef é nomear o Chaves para Ministro da Habitação. E o Tio Patinhas para ser o responsável pela justa distribuição de renda.

Com que moral uma menina que só sai de casa de minissaia vermelha e calcinha aparecendo vai combater a prostituição infantil?

Imagino a forma como a Mônica vai resolver as coisas com as crianças problemáticas do mundo:
- Se alguma criança da Somália insinuar que sou gorda, dou uma coelhada nela.

Quem achou que a Mônica está apta a ajudar as crianças do planeta? Ela não consegue nem ajudar a sua melhor amiga a largar a maconha. Por que acha que a Magali come, come e não engorda? É larica de maconha aquilo. E o Cebolinha também dá uns pegas, por isso de vez em quando ele vê o louco aparecendo pra ele... Com certeza, quem passa o fumo pra eles é o Rolo, amigo da Tina.

A mônica não é a primeira personalidade baixinha e cabeçuda a ser a embaixadora da Unicef no Brasil. O Didi também já ocupou o cargo.

terça-feira, 13 de outubro de 2009

Decepção x Esperança

- Decepção
1. Desilusão, desapontamento, desengano, desencanto.
2. Acabar com a ilusão ou encantamento que se cria por uma pessoa ou alguma coisa. Esperança frustrada.
3. É a obtenção de um resultado negativo de uma situação na qual era esperado um resultado positivo.

- Esperança
1. Sentimento de quem vê como possível a realização daquilo que deseja, confiança em coisa boa, fé.
2. A segunda das três virtudes da religião cristã, ao lado da fé e da caridade(representada pela âncora).

Porque pra mim Decepção e Esperança caminham lado a lado!!

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

A mulher que eu amo


A foto é a pedidos, o texto é só porque essa música não me sai da cabeça, faz de conta que foi feita pra mim!!

A mulher que eu amo tem a pele morena
É bonita é pequena e me ama também
A mulher que eu amo tem tudo que eu quero
E até mais do que espero, encontrar em alguém
A mulher que eu amo tem um lindo sorriso
É tudo que eu preciso pra minha alegria
A mulher que eu amo tem nos olhos a calma
Ilumina minh'alma, é o sol do meu dia
Tem a luz das estrelas
E a beleza da flor
Ela é minha vida
Ela é o meu amor
Se o amor é pra mim o que há de mais lindo
Se ela está sorrindo eu sorrio também
Tudo nela é bonito, tudo nela é verdade
E com ela eu acredito na felicidade
A mulher que eu amo enfeita minha vida
Meu sonhos realiza, me faz tão bem
Se o amor é pra mim o que há de mais lindo
Se ela está sorrindo eu sorrio também
tudo nela é bonito, tudo nela é verdade
E com ela eu acredito na felicidade
(Roberto Carlos)

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Veja bem meu bem

Veja bem, meu bem
Sinto lhe informar
Que arranjei alguém pra me confortar.
Este alguém está quando você sai
E eu só posso crer, pois sem ter você nestes braços tais.
Veja bem, amor.
Onde está você?
Somos no papel, mas não no viver.
Viajar sem mim, me deixar assim.
Tive que arranjar alguém pra passar os dias ruins.
Enquanto isso, navegando eu vou sem paz.
Sem ter um porto, quase morto, sem um cais.
E eu nunca vou te esquecer amor,
Mas a solidão deixa o coração neste leva e traz.
Veja bem além destes fatos vis.
Saiba, traições são bem mais sutis.
Se eu te troquei não foi por maldade.
Amor, veja bem, arranjei alguém chamado SAUDADE.

terça-feira, 22 de setembro de 2009

À Patryk...


Em homenagem ao meu querido Patryk, que no post passado citou Homero Lacerda...
Uma foto no momento em que ele escolhia a camisa do seu time...
Que Lord Shiva, Ganesh, Homero Lacerda (nesse caso so para o Sport), pai Edu, entre outros, ajudem nossos times, para que não caiam para a Série B, e que suas camisas valham mais que R$ 20,00.
=P

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Niver de Mamis


Só porque hoje é o niver de minha Mamis querida!!

Te amo mamadi!!

Ah, e 1 ano de blog =P

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Nós


Desde sempre aprendemos a conjugar os verbos nas pessoas "eu, tu, ele, nós, vós eles", mas nunca paramos pra pensar (pelo menos eu) no que significa cada "pessoa". Tenho pensado muito no que significa o NÓS.

Dependendo da frase que usamos, o nós pode ser o pronome pessoal, ou o plural de nó. Duas coisas completamente diferentes... será?

Só existe um nó se pegarmos duas pontas e entrelaçarmos de forma que isso não desate. Só existe o nós se duas pessoas se juntam através de uma amizade, amor, carinho, etc... e a partir do momento em que essas pessoas se separam não existe mais o nós, existe o eu e o ele.

Quando um nó desata existem várias explicações para isto. O nó pode não ter sido bem feito, as pontas podem ter se desgastado com o tempo, ou cada ponta seguiu um lado contrário com tanta intensidade que o nó se rompeu.

Da mesma forma se dá com o nós pronome. Se as duas "pontas" se juntam através de um sentimento superficial, é apenas uma questão de tempo para esse nós se romper. Esse nós, para que seja bem feito, deve haver cumplicidade, um conviver, ou seja viver com. É aceitar que as pontas podem ter diferenças, mas que isto não é impecilho para que o nós seja cada vez mais forte.

Esse nós não pode seguir para lados opostos, pode até ser de materiais diferentes, mas da mesma forma que nó é feito de duas partes que se tornam uma só, esse nós tem que caminhar para um mesmo lado. Se uma ponta puxa mais que a outra, tem-se que saber equilibrar, para que assim, esse nó não se rompa nunca!!

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Ser Geógrafo

Matéria Publicada no Diário de Pernambuco ontem, 31/08.
Pros que ainda não entendem bem minha profissão, vale a pena dar uma lidinha!!

Rotina longe da visão de gabinete

Geógrafos devem ter acima de tudo curiosidade. Profissão tem um campo de atuação bem diversificado, favorecendo a empregabilidade, mas o ensino continua sendo o carro-chefe
(Juliana Godoy // Especial para o Diario)

Gostar de conhecer novos lugares e se identificar com o trabalho de campo não é uma opção para os geógrafos. É obrigação. Para realizar seu trabalho, a maioria dos profissionais da área precisa passar alguns dias longe de casa, visitando regiões bem diferentes umas das outras. Mas não pense que você estará livre do dia dia de escritório e burocracias. Eles também fazem parte da rotina desses trabalhadores, só quem em menor escala. "Nosso trabalho é principalmente em campo, mas também precisamos emitir relatórios e pareceres técnicos. Lembrando o professor Manoel Correira de Andrade, a visão de gabinete leva o geógrafo a fazer generalizações, enquanto a visão de campo fornece o conhecimento de detalhes, de fatos que contrariam e evitam essas generalizações. No final o escritório e o campo se complementam", explica Josinaldo da Silva, analista ambiental da CPRH. Entre suas atribuições está o monitoramento e fiscalização de atividades causadores de danos ambientais. "Também fazemos identificação dos limites dasunidades, atuamos no controle de erosão, controle e monitoramento de espécies exóticas e invasores. Para isso precisamos realizar vistorias", conta.

Entender de tecnologia é lei na profissão do geógrafo. O tempo em que tudo era feito manualmente e a olho nu já passou. Hoje, cada vez mais, a profissão vem se informatizando e exigindo profissionais capacitados para lidar com a aparelhagem técnica. Quem não se encaixar no perfil, dificilmente conseguirá entrar no mercado de trabalho. "Trabalhamos com GPS na mão e um PDA, que é tipo um GPS só que com mais funções. Se a pessoa não souber como usar, não entender de tecnologia, como é que ela vai trabalhar?", indaga André Pereira , do IBGE , que ainda alerta: "Há dois anos informática não era tão necessário, mas hoje isso mudou. A cada dia a tecnologia avança para facilitar nosso trabalho e saber sobre ela virou pré-requisito para o geógrafo", avisa. Josicleda Domiciano, da UFPE, ainda garante que sabendo disso, o profissional consegue seu espaço no mercado de trabalho. "É um campo bem aberto, no qual existem várias possibilidades. Basta estar capacitado que ele conseguirá se engajar em qualquer instituição". E além de estar bem preparado, o geógrafo também tem que estar aberto a unir forças com outros profissionais. Josinaldo da Silva, da CPRH explica que a geografia é uma ciência multidisciplinar. "Podemos sim trabalhar sozinhos em algumas áreas, mas essa não é a tendência. Precisamos guardar a visão do estado de interação com os outros profissionais, inclusive com nossos colegas especialistas de outro campo da geografia", afirma.

Geógrafos devem ter acima de tudo curiosidade. Profissão tem um campo de atuação bem diversificado, favorecendo a empregabilidade, mas o ensino continua sendo o carro-chefe.
Se você é daqueles que adoram economia e estatística, mas ao mesmo tempo não vive sem história e de quebra ainda é bem curioso, então geografia deve ser um dos cursos da sua lista de opções no vestibular. A graduação, que também é oferecida no interior do estado, é encontrada em duas modalidades. A licenciatura e o bacharelado. Mas ambas envolvem noções multidisciplinares e exigem do candidato forte bagagem cultural e técnica. "O aluno verá de tudo um pouco. Geografia física, humana, noções de política, economia, estatística, geoprocessamento, gestão ambiental", explica a coordenadora do curso de licenciatura da Universidade de Pernambuco, em Nazaré da Mata, Rosalva Santos. Essa multidisciplinaridade acontece por conta da versatilidade desse profissional. Ao mesmo tempo em que ele pode ensinar em uma escola de ensino fundamental, também pode ser responsável pela contagem da população de determinada região, ou até mesmo pela análise do relevo de um lugar. "É trabalho dos geógrafos analisar e propor soluções para todos os problemas e mudanças ocorridos no espaço físico ou que tenha interferência humana e também sobre os problemas sociais e ambientais", acrescenta Josicleda Domiciano, chefe do departamento de geografia da Universidade Federal de Pernambuco. Josicleda ainda explica que não existe muita diferença nas funções que o geógrafo formado em licenciatura e o de bacharelado exercem. "Licenciatura é mais voltada para o ensino e o bacharelado para pesquisa, mas isso não impede que um desenvolva a atividade do outro. Mas o bacharel precisa de um mestrado para isso", alerta. Isso porque durante a faculdade de licenciatura os alunos já veem toda parte de ensino. "A gente dá cadeiras ligadas à área de práticas pedagógicas e ensino", afirma Rosalva. Mas para garantir que será um bom professor no futuro, Rafael Teixeira, 21 anos, estudante do 4º período da UPE ainda sonha em fazer pedagogia ao terminar o curso de geografia. "Minha família é quase toda de professores e sempre foi uma área que gostei muito. A geografia veio por consequência mesmo, por identificação", conta Teixeira que já está pondo em prática o que aprendeu durante o curso. "Eu e alunos de outros cursos da UPE formamos um cursinho preparatório para a prova da Escola de Aplicação daqui de Nazaré. Queremos dar oportunidade para os alunos de escolas públicas concorrerem com os quem vêm de escolas particulares", confessa. Para quem pensa em seguir os passos de Rafael é bom pesquisar sobre a área. "Muita gente acha que não vai trabalhar com o humano quando vem para o curso. E não é bem assim. A geografia não foca em um único sentido, ela se ramifica e você encontra áreas que nunca imaginou, como antropologia, economia, matemática e várias outras ciências", alerta Teixeira. "É um campo bastante aberto que envolve diversos setores", completa Josicleda.

terça-feira, 25 de agosto de 2009

Mais uma vez


Te tenho com a certeza de que você pode ir
Te amo com a certeza de que irá voltar
Pra gente ser feliz
Você surgiu e juntos conseguimos ir mais longe
Você dividiu comigo a sua história
E me ajudou a construir a minha
Hoje mais do que nunca somos dois
A nossa liberdade é o que nos prende

Viva todo o seu mundo
Sinta toda liberdade
E quando a hora chegar, volta...
Que o nosso amor está acima das coisas desse mundo

Vai dizer que o tempo não parou naquele momento
Eu espero, por você
O tempo que for
Pra ficarmos juntos
Mais uma vez!

Nós vamos estar juntos
Mais uma vez!

terça-feira, 18 de agosto de 2009

Ser pessoa


Outro dia minha mãe me deu alguns vídeos do Padre Fábio de Melo, para que eu deixasse de vê-lo apenas como um “rostinho bonito”. É bem verdade que eu não conseguia vê-lo como padre, até porque ele mesmo não se veste como um (e isso é meio estranho para mim), mas é claro que eu ficava brincando quando falava algumas coisas, apesar de continuar achando ele muito bonito!!

Ainda não assisti todos os vídeos, mas gostei e muito dos que eu já assisti até o momento. Em um ele fala de como o ser humano se torna PESSOA, e eu fiquei pensando nisso por alguns momentos. Ele diz que se nasce indivíduo e aos poucos se torna pessoa, ser dono de si. E são as experiências, as instruções, a educação e a auto-estima que fazem o indivíduo “evoluir”.

E pensando bem... é exatamente isso! Quando somos bebês fazemos aquilo que nossos pais determinam que devemos fazer, eles nos vestem, dão a comida que quiserem, nos levam pra onde quiserem, etc... a partir daí já vamos tendo experiências que mesmo inconscientemente vão guiando nossas escolhas e preferências.

Quando somos crianças nossos pais ainda determinam nossas vidas, entretanto já temos o poder de escolha em algumas situações, dizemos se gostamos disso ou daquilo, se queremos ir ou não, se queremos falar, e ai a participação dos pais é fundamental para que consigamos discernir o certo do errado, o que pode e o que não pode.

Na adolescência, pra mim, é a fase crítica, pois achamos sempre que nossos pais estão errados, que estão contra nós, e eles têm que ser firmes para sustentar o “NÃO”, mesmo tendo que ouvir um “TE ODEIO” as vezes.

Passada essa fase, muitas coisas começam a ficar claras para nós. Nossos pais já começam a nos deixar “andar com os próprios pés”, e passamos a ter que assumir nossas escolhas. O papel dos pais ainda é orientar, dar o ombro, apoiar, porém nosso ser como pessoa já está formado, cabe a nós saber que caminho seguir e aguentar as consequências. É nossa auto-estima e nossa determinação que vão determinar nosso futuro. Quando gostamos de nós mesmos de verdade conseguimos ser mais fortes, conseguimos passar por dificuldades de cabeça erguida e recomeçar com mais força. Quando somos nós mesmos lidamos mais fácil com nossas escolhas, damos mais valor ao que conseguimos e almejamos. E assim vamos nos tornando pessoa.

Ser pessoa não é fácil, precisa de persistência, coragem, determinação, e muito, mas muito amor próprio. É amando a si próprio (aprendendo com os defeitos e administrando as qualidades) que conseguimos nos tornar senhores de si, e nos tornamos felizes de verdade.

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Amizade é outra coisa

Enviado por minha amiguinha Hélida que está meio sumida, mas que é amiga de verdade!!

"Amizade não é algo que o faz sair do chão e o transporta para lugares que você nunca viu.
O nome disso é avião.
Amizade é outra coisa.


Amizade não é uma coisa que você esconde dentro de si e não mostra para ninguém.
Isso se chama vibrador.
Amizade é outra coisa.


Amizade não é uma coisa que te faz perder a respiração e a fala.
O nome disso é bronquite asmática.
Amizade é outra coisa.

Amizade não é uma coisa que chega de repente e o transforma em refém.
Isso se chama seqüestrador.
Amizade é outra coisa.

Amizade não é uma coisa que voa alto no céu e deixa sua marca por onde passa.
Isso se chama pombo com diarréia.
Amizade é outra coisa.

Amizade não é uma coisa que você pode prender ou botar pra fora de casa quando bem entender.
Isso se chama cachorro.
Amizade é outra coisa.

Amizade não é uma coisa que lança uma luz sobre ti, te leva pra ver as estrelas e te traz de volta com algo dele dentro de ti.
Isso se chama alienígena.
Amizade é outra coisa.

Amizade não é uma coisa que desapareceu e que, se encontrado, poderia mudar o que está diante de você.
Isso se chama controle remoto de TV.
Amizade é outra coisa.

Amizade?
Amizade é outra coisa!
É amor, É respeito, É parceria, E é muito, muito, simples!"

terça-feira, 28 de julho de 2009

Esclarecimentos

Vamos a alguns esclarecimentos sobre o post anterior, já que algumas pessoas vieram falar comigo a respeito!!

Primeiro aquele texto NÃO é meu, mas também não sei quem é a autora, ele é daqueles emails que circulam por ai...

Segundo, eu DEFINITIVAMENTE não sou daquela forma, sei que postar aquilo significa concordar com o que está escrito, porém só postei porque não tinha outra coisa, e conheço sim pessoas que são daquela forma!!
E por fim... menos estresse pessoas... aquilo foi só pra descontrair!!! Não levem ao pé da letra tudo o que leem na internet!!
Bjos a todos!!!

terça-feira, 14 de julho de 2009

Passo-a-passo para uma mulher sair

Textinho bem interessante, um pouco velhinho, mas ta valendo na falta do que postar!!

A prova de que os homens gastam pouco com as mulheres...

"Quando um homem chama uma mulher para sair, não sabe o grau de estresse que isso desencadeia em nossas vidas.

Durante muito tempo, fiquei achando que eu era uma estressada maluca que não sabia lidar com isso, mas conversando com diversas pessoas, cheguei à conclusão de que esse estresse é um denominador comum a quase todas as mulheres, ainda que em graus diferentes (ou será que sou eu que só ando com gente estressada?).

O que venho contar aqui hoje é mais dedicado aos homens do que às mulheres. Acho importante que eles saibam o que se passa nos bastidores.

Você, mulher, está flertando um cara qualquer.

Com sorte, ele acaba te chamando para sair. Vamos supor, um jantar...

Pronto! Acabou seu último minuto de paz.

Ele diz, como se fosse a coisa mais simples do mundo : "Vamos jantar amanhã?".

Você sorri e responde, como se fosse a coisa mais simples do mundo: "Claro, vamos sim".

Começou o inferno na Terra. Foi dada a largada.

Você começa a se re-programar mentalmente e pensar em tudo que tem que fazer para estar apresentável até lá. Cancela todos os seus compromissos canceláveis e começa a odisséia.

Evidentemente, você também para de comer, afinal, quer estar em forma no dia do jantar e mulher sempre se acha gorda. Daqui pra frente, você começa a fazer a dieta do queijo: fica sem comer nada o dia inteiro e quando sente que vai desmaiar come uma fatia de queijo. Muito saudável.

Primeira coisa: fazer mãos e pés.

Quem se importa se é inverno e você provavelmente vai usar uma bota de cano alto? Mãos e pés têm que estar feitos – e lá se vai uma hora do seu dia.

Vocês (homens) devem estar se perguntando: "Mão tudo bem, mas porque pé, se ela vai de botas?"

Lei de Murphy. Sempre dá merda. Uma vez pensei assim e o infeliz me levou para um restaurante japonês daqueles em que tem que tirar o sapato para sentar naqueles tatames.

Tive que tirar o sapato com aquela sola do pé cracuda, esmalte semi-descascado e cutícula do tamanho de um champignon!

Vai que ele te coloca em alguma outra situação impossível de prever que te obriga a tirar o sapato?

Para nossa paz de espírito, melhor fazer mão é pé, até porque boa parte dessa raça tem uma tara bizarra por pé feminino.

Obs.: Isso me emputece. Passo horas na academia malhando minha bunda e o desgraçado vai reparar justamente onde? Na porra do pé! Isso é coisa de... Melhor mudar de assunto...

As mais caprichosas, além de fazer mão e pé, ainda fazem algum tratamento capilar no salão: hidratação, escova, corte, tintura, retoque de raiz, etc.

Eu não faço, mas conheço quem faça. E nessa se vai mais uma hora do seu dia.

Dependendo do grau de importância que se dá ao Zé Ruela em questão, pode ser que a mulher queira comprar uma roupa especial para sair com ele. Mais horas do seu dia.

Ou ainda uma lingerie especial, dependendo da ocasião. Pronto, mais horas do dia.

Se você trabalha, provavelmente vai ter que fazer as unhas na hora do almoço e correr para comprar roupa no final do dia em um shopping.

Ah sim, já ia esquecendo: Tem a depilação.

Essa os homens não podem nem contestar. Quem quer sair com uma mulher não depilada, mesmo que seja apenas para um inocente jantar?

Lá vai você depilar perna, axila, virilha, sobrancelha etc, etc. Mulher sofre! E lá se vai mais uma hora do seu dia. E uma hora bem dolorida, diga-se de passagem.

Parabéns, você conseguiu montar o alicerce básico para sair com alguém. Pode ir para a cama e tentar dormir, se conseguir.

Eu não consigo, fico nervosa.

Prepare-se ! O dia seguinte vai ser tumultuado. Ah sim, você vai dormir, COM FOME. A dieta do queijo continua.

Dia seguinte. É hoje seu grande dia.

Quando vou sair com alguém, faço questão da dar uma passada na academia no dia, para malhar desumanamente até quase cuspir o pulmão. Não, não é para emagrecer, é para deixar minha bunda e minhas pernas enormes e durinhas (elas ficam inchadas depois de malhar).

Mas supondo que você seja uma pessoa normal, vai usar esse tempo para algo mais proveitoso.

Geralmente, o Zé Ruela não comunica onde vai levar a gente. Surge aquele dilema da roupa. Com certeza você vai errar, resta escolher se quer errar para mais ou para menos.

Se te serve de consolo, ele não vai perceber. Aliás, ele não vai perceber nada. Você pode aparecer de Armani ou enrolada em um saco de batatas, tanto faz.

Eles não reparam em detalhe nenhum, mas sabem dizer quando estamos bonitas (só não sabem o porquê). Mas, é como dizia Angie Dickinson: "Eu me visto para as mulheres e me dispo para os homens".

Não tem como, a gente se arruma, mesmo que eles não reparem.

E não adianta pedir indicação de roupa para eles, os malditos não dão sequer uma pista!

Claro, para eles é muito simples, as "Madames" só precisam tomar uma chuveirada, vestir uma Camisa Pólo e uma calça e estão prontos, seja para o show de rock, seja para um fondue. Na cabeça dos homens só existem três graduações de roupa:

Bermuda + Chinelo
Jeans + Pólo
Calça Social + Camisa Social.

Quando você pergunta se tem que ir arrumada, é quase certo que "Madame" abra a boca e diga "sei lá, normal, roupa normal".

Eles não sabem que isso não ajuda em nada.

Escolhida a roupa, com a resignação que você vai errar, para mais ou para menos, vem a etapa do banho.

Para mim é uma coisa simples: shampoo + sabonete. Mas para muitas não é. Óleos, sabonetes aromáticos, esfoliação (horrível que seja com "s", né? deveria ser com "x"), etc.

E o cabelo? Bom, por sorte meu cabelo é bonzinho, não faz a menor diferença se eu lavar com um shampoo caro ou se lavar com OMO. Fica a mesma coisa. Mas tem gente que tem que fazer uma lavagem especial, com cremes e etc. E depois ainda vem a chapinha, prancha e/ou secador.

Depois do banho e do cabelo, vem a maquiagem. Nessa etapa eu perco muito tempo. Lá vai a babaca separar cílio por cílio com palito de dente depois de passar rímel.

Melhor nem contar tudo que eu faço em matéria de maquiagem, se não vocês vão me achar maluca, digo, mais maluca.

Como dizia Napoleão Bonaparte, "Mulheres tem duas grandes armas: lágrimas e maquiagem".

Considerando que não faço uso das primeiras, me permito abusar da segunda. Se você for uma pessoa normal, não perde nem vinte minutos passando maquiagem.

Depois vem a hora de se vestir.

Homens não entendem, mas tem dias que a gente acorda gorda.

É sério, no dia anterior o corpo estava lindo e no dia seguinte... PORCA! Não sei o que é (provavelmente nossa imaginação), mas eu juro que acontece.

Muitas vezes você compra uma roupa para um evento, na loja fica linda e na hora de sair fica péssimo. Se for um desses dias em que seu corpo está um triste e o espelho está de sacanagem com a sua cara, é provável que você acabe com um pilha de roupas recusadas em cima da cama, chorando, com um armário cheio de roupa gritando "EU NÃO TENHO ROOOOOUUUUUPAAAA!".

O chato é ter que refazer a maquiagem. E quando você inventa de colocar aquela calça apertada e tem que deitar na cama e pedir para outro ser humano enfiar ela em você?

Uma gracinha, já vai para o jantar lacrada a vácuo. Se espirrar a calça perfura o pâncreas.

Ok, você achou uma roupa que ficou boa.

Os sapatos: ou é bonito, ou é confortável.

Geralmente, quando tenho um encontro importante, opto por UMA PEÇA de roupa bem bonita e desconfortável, e o resto menos bonito mas confortável.

FATO: Lei de Murphy impera. Com certeza me vai ser exigido esforço da parte comprometida pelo desconforto. Ex: Vou com roupa confortável e sapato assassino. Certeza que no meio da noite o animal vai soltar um "Sei que você adora dançar, vamos sair para dançar!"

Eu tento fazer parecer que as lágrimas são de emoção.

Uma vez um sapato me machucou tanto, mas tanto, que fiz um bilhete para mim mesma e colei no sapato, para lembrar de nunca mais usar!

Porque eu não dei o sapato? Me custou muito caro. Posso não usá-lo, mas quero tê-lo. Eu sei, eu sei, materialista. Vou voltar como besouro de esterco na próxima encarnação e comer muito cocô para ver se evoluo espiritualmente! Mas por hora, o sapato fica.

Enfim, eu sei que existem problemas mais sérios na vida, e o texto é em tom de brincadeira.

Só quero que os homens saibam que é um momento tenso para nós e que ralamos bastante para que tudo dê certo. O ar de tranqüilidade que passamos é pura cena.

Sejam delicados e compareçam aos encontros que marcarem, ok?

E se possível, marquem com antecedência, para a gente ter tempo de fazer nosso ritual preparatório com calma...

Apesar do texto enorme, quero deixar claro que o que eu coloquei aqui é o mínimo do mínimo.

Existem milhões de outras providências que mulheres tomam antes de encontros importantes: clarear pêlos (vulgo "banho de lua"), fazer drenagem linfática, baby liss... enfim, uma infinidade de nomes que homem não tem a menor idéia do que se trata.

Depois que você está toda montadinha, lutando mentalmente com seus dilemas, começa a bater a ansiedade. Cada uma lida de um jeito.

Eu, como boa "loser" que sou, lido do pior jeito possível. Tenho um faniquito e começo a dizer que não quero ir. Não para ele, ligo para a infeliz da minha melhor amiga e digo que não quero mais ir, que sair para conhecer pessoas é muito estressante, que se um dia eu tiver um AVC é culpa dessa tensão toda que eu passei na vida toda em todos os primeiros encontros e que quero voltar tartaruga na próxima encarnação. Ela, coitada, escuta pacientemente e tenta me acalmar.

Agora imaginem vocês, se depois de tudo isso, o infeliz liga e cancela o encontro?

"Surgiu um imprevisto, podemos deixar para semana que vem?"

Gente, não é má vontade ou intransigência, mas eu acho inadmissível uma coisa dessas, a menos que seja algo muito grave!

Eu fico puta, puta, PUTA da vida!

Claro, na cabecinha deles não custa nada mesmo, eles acham que é simples, que a gente levantou da cama e foi direto pro carro deles.

Se eles soubessem o trabalho que dá, o estresse, o tempo perdido... nunca ousariam remarcar nada.

Vem me buscar de maca e no soro, mas não desmarque comigo! Até porque, a essas alturas, a dieta radical do queijo está quase te fazendo desmaiar de fome, é questão de vida ou morte a o jantar!

NÃO CANCELEM ENCONTROS A MENOS QUE TENHA ACONTECIDO ALGO MUITO,MUITO, MUITO GRAVE! A GENTE SE MOBILIZA DEMAIS POR CAUSA DELES!

Supondo que ele venha. Ele liga e diz que está chegando. Você passa perfume, escova os dentes e vai. Quando entra no carro já toma um eufemismo na lata "Hmmm... tá cheirosa!" (tecla SAP: "Passou muito perfume, porra").

Ele nem sequer olha para a sua roupa. Ele não repara em nada, ele acha que você é assim ao natural.

Eu não ligo, acho homem que repara muito meio viado, mas isso frustra algumas mulheres.

Quando é comigo, passo tanto estresse que chego no jantar com um pouco de raiva do cidadão. No meio da noite, já não sinto mais meus dedos do pé, devido ao princípio de gangrena em função do sapato de bico fino.

A culpa não é deles, é minha, por ser surtada com a estética.

Sinto o estômago fagocitando meu fígado, mas apenas belisco a comida de leve. Fico constrangida de mostrar toda a minha potência estomacal assim, de primeira.

Para finalizar, quero ressaltar que eu falei aqui do desgaste emocional e da disponibilidade de tempo que um encontro nos provoca. Nem sequer entrei no mérito do DINHEIRO.

Pois é, tudo isso custa caro. Vou fazer uma estimativa POR BAIXO, muito por baixo, porque geralmente pagamos bem mais do que isso e fazemos mais tratamentos estéticos:

Roupa..........................................................R$50,00 (hahahaha…beeeemmmm abaixoooo…)
Lingerie...................................................... R$50,00 (ridiculamente baixooooo)
Maquiagem..................................................R$50,00 (q é isso??? E os cremes com DMAE e etc e tal do Dr. Perricone???)
Sapato......................................................... R$50,00 (nem de sapateiro…)
Depilação................................................... R$50,00 (COMO???)
Mão e pé.................................................... R$15,00 (???)
Perfume...................................................... R$20,00 (isso tá virando sacanagem… AVON???)

Ou seja, JOGANDO O VALOR BEM PARA BAIXO, gastamos, no barato, R$ 300 para sair com um cara.

A gente gasta muito mais para sair com eles do que eles com a gente!"

quarta-feira, 1 de julho de 2009

Ser canceriana


Só porque eu adoro ser canceriana...
E porque me imploraram pra postar esse texto =]

"Nenhuma mulher consegue ser mais apaixonada, romântica e devotada ao parceiro do que a canceriana! Ela sempre estará presente para sufocá-lo com seus beijos apaixonados ou envolvê-lo em um abraço quente e gostoso! Carinho e atenção nunca são poucos quando se trata de agradar seu amor. Nos dias de frio ela cobrirá suas pernas com um cobertor bem grosso e se deitará ao seu lado para assistirem televisão.

Quando sentir que seu companheiro está triste, fará de tudo para agradá-lo e não faltarão palavras de incentivo e encorajamento. Poucas são as mulheres deste signo que costumam reclamar dos maridos ou namorados. Não que elas achem que são perfeitos ou que sejam cegas para seus defeitos! Elas simplesmente preferem guardar os defeitos dentro de quatro paredes e exaltar suas qualidades. Se ela começar a criticar seu parceiro é porque está muito magoada e ferida.

Quando estão apaixonadas, as mulheres de câncer costumam falar de seus amados a maior parte do tempo. Há duas maneiras distintas pelas quais a canceriana costuma agir quando está apaixonada. Na primeira, ela se apresenta tímida, delicada e feminina. Na segunda ela é mais ardente direta e agressiva. Nestas horas ela fará de tudo para conquistar seu homem, não medindo esforços para agarrá-lo. Pode esquecer a moça tímida e comportada quando a canceriana resolve atacar. Ela vai parecer mais uma leonina do que uma moça do signo da lua.

Existem algumas coisas que jamais devemos fazer quando se trata dela. Ela odeia ser criticada, fica profundamente magoada com ingratidão e não suporta ser repelida. As feridas criadas por um amor que acabou, podem deixá-la tão deprimida que levará anos para esquecer totalmente o que aconteceu.

Esta mulher se entrega por inteira, dedica todo seu amor sem saber o que significa limites, faz qualquer sacrifício para ficar ao lado de quem ama, e não suporta a dor de uma perda sem sentir que acabou de perder uma parte de si.

Também não leia seu diário ou vasculhe suas coisas em busca de segredos que ela guarda do mundo. A canceriana gosta de guardar segredos e não são muito de fazer confissões. Para ela, segredos são segredos e não devem ser mostrados. Para tirá-la do sério basta invadir suas intimidades.

Nunca brinque com seus sentimentos se quiser viver em harmonia e não ganhar uma inimiga. Apesar de parecer inofensiva, a canceriana pode ser muito pior que a mulher de escorpião quando se sente traída! Ela pode perdoar muitas coisas, mas a traição não é uma delas. Todo aquele amor morre e se transforma em ódio da noite para o dia!

Esta mulher quase sempre costuma se preparar para o pior: se o dia está claro, ela já imagina se uma tempestade virá. A paciência é uma de suas virtudes mais admiráveis.

Mas não se deixe enganar por esta mulher que muitas vezes parece ser frágil e carente. Ela sabe muito bem cuidar de si mesma e pode ser tão forte e determinada quanto uma mulher de Áries! A mulher de câncer nunca é fraca, só escolhe fazer este papel de donzela. No fundo ela é uma guerreira que se revela uma vencedora nos momento em que tem que enfrentar o mundo!

Muitas pessoas que pensam que podem vencê-la facilmente, acabam tendo uma péssima surpresa quando percebem que acabam de comprar uma briga com uma mulher fria, forte e determinada! Se a canceriana entrou em uma briga foi para ganhar, não para fazer figuração! Ela jamais se deixará abater quando as coisas ficarem realmente ruins, e parecerá mais um rochedo do que uma donzela frágil.
Se algo ameaçar os filhos ou aqueles a quem ama, esta mulher se tornará uma fera pronta para enfrentar o mundo! Seu afeto e compreensão sempre serão a força revigorante que todos precisam quando estiverem deprimidos ou fracos. A canceriana sabe como ninguém levantar a moral de alguém, pois conhece todos os caminhos que levam à alma.

Outra coisa que as cancerianas possuem é um certo magnetismo, uma beleza que enfeitiça o mais duro coração. Elas costumam ser belas naturalmente sem precisar fazer uso de muitos acessórios ou truques femininos. Por mais linda que seja, seu rosto sempre será mais evidente que seu corpo porque ele sempre irradia luz. Por ser um signo de água e regida pela lua, sempre parecerá muito mais bela sob os raios da lua cheia.

Quando um homem fala sobre a beleza de sua mulher de câncer, ele nunca saberá explicar se ela é exterior ou interior. Afinal, o que pode ser mais belo, um corpo deslumbrante ou uma alma de Deusa?"

quinta-feira, 25 de junho de 2009

Irmão


Pra quem não sabe eu tenho quatro irmãos mais velhos, e com a licença dos outros hoje apenas vou falar do meu irmãozinho mais velho, Breno, por alguns motivos.

Primeiro porque ele é mais velho e se tivesse que ter uma ordem eu teria mesmo que começar por ele.

Segundo porque sábado é aniversário dele, e esse ano vamos comemorar de uma forma mis especial.

Terceiro porque faz quatro dias que ele me deu o melhor presente que eu já pude receber.

Mas enfim, teriam muitos outro motivos que eu não preciso ficar descrevendo aqui. Breno sempre foi muito presente em minha vida, como os outros, mas de uns tempos pra cá ele vem se mostrando uma pessoa muito mais especial do que sempre foi. Antes eu tinha aquela imagem de irmão mais velho, que ficava na dele, que a gente não podia aperriar, aquela coisa de chato mesmo. Ele sempre foi muito na dele, exceto quando tomava umas cervejas a mais e botava pra fora o que não dizia quando estava sóbrio, e era ai que a gente via o tamanho do coração e da preocupação dele. Desde que perdi meu pai ele meio que tomou uma postura de "cuidar" de mim e de minhas irmãs. Perguntava meio que discretamente por namorados, escola, amizade, etc. Me levou algumas vezes a shows e festinhas comuns de quando a gente tem 15, 16 anos. Quando eu aparecia com alguém fazia logo cara feia, e depois vinha o questionário. Eu achava tudo isso engraçado e adorava a forma que ele tinha de expressar a preocupação.

De uns tempos pra cá, eu cresci, ele casou, e muita coisa mudou. Não moramos mais na mesma rua nem nos vemos com a mesma frequência de antes, e isso é algo que eu sinto muito. Cresci com meus irmãos do meu lado, e hoje me sinto meio que sozinha. Breno mudou um pouco, ele agora fala mais, pergunta mais, conversa mais. Não que antes ele não fizesse isso, mas ele era meio fechado, dizem que isso é coisa de canceriano, vai ver é por isso que eu me identifico muito com ele. Já aconteceu até dele me dar conselhos sobre relacionamento, o Breno de antes não faria isso!! Hoje ele cozinha, e até ri (tenho mais de uma prova disso!!!). Mas brincadeiras a parte, ele cada vez mais me surpreende e eu cada vez mais o admiro.

Admiro pela pessoa que ele é, e pela família que ele está construindo.

Todos os anos essa época estávamos combinando o nosso aniversário, que fazíamos juntos, na véspera de São Pedro, com direito a fogueira e tudo mais. Esse ano nossa vida mudou, mudou a minha também porque sou tia pela primeira vez, ele acabou de ganhar André, que é o bebê mais lindo que e já vi (e olhe e já vi muitos). Breno está com cara de pai mesmo, e eu estou achando perfeito. Não vamos comemorar nosso aniversário, e sim esse motivo muito maior, André, que nasceu com saúde e alegrou a vida de todos. Que ele seja como Breno, uma pessoa única, que a gente pode contar sempre, muito especial para todos que o rodeiam. E que ele tenha uma irmã como eu, que o admira em tudo, porque assim ele vai provar que aprendeu direitinho com o pai!!

quinta-feira, 18 de junho de 2009

São João


Sem dúvidas a melhor época do ano é esta!

Fogueiras, comidas típicas, e muito forró... ô coisa boa!! Posso dizer que em toda a minha vida eu soube aproveitar muito bem esse momento. Todos os anos participava das festas da escola, da família, dos vizinhhos, viajava... bons tempos em Caruaru, Gravatá e Garanhuns!!

Hoje em dia muita coisa mudou, acho que não se dá mais tanto valor às tradições, até mesmo o forró, que ganhou espaço com Luiz Gonzaga já não é mais o mesmo.Caruaru parece mais carnaval de Olinda do que o São João que eu conheci, e está cada vez mais difícil encontrar um bolo Souza Leão que se preze. Mas para mim São João é São João... tem que ter fogueira, fogos, milho, canjica, e a velha quadrilha, seja lá onde for, isso é o que importa.

"O céu estava assim em festa pois era noite de São João. Havia balões no ar, xote e baião no salão. E no terreiro o seu olhar, que incendiou meu coração"

terça-feira, 9 de junho de 2009

Dia dos namorados


Como o dia dos namorados se aproxima, resolvi postar um textinho de Arnaldo Jabor que meu querido Patryk já havia postado, mas que resume bem o que a importância de um relacionamento.

- Pros que já acharam sua cara metade, viva cada minuto ao lado dela, como se fosse uma eternidade, dando valor a cada segundo, valorizando cada centímetro dessa pessoa que está ao seu lado.

- Pros solteiros convictos, uma hora você cansa, e quando se der conta vai perceber que a solidão é a pior coisa que existe.

- Pros que ainda buscam, perseverança e paciência sempre!!

- Pros que já acharam, mas que não estão juntos, declare-se, corra atrás do que você quer, seja feliz!!

E agora o texo de Arnaldo Jabor:

Antes idiota do que infeliz

Uma vez Renato Russo disse com uma sabedoria ímpar: "Digam o que disserem, o mal do século é a solidão". Pretensiosamente digo que assino embaixo sem dúvida alguma. Parem pra notar, os sinais estão batendo em nossa cara todos os dias.

Baladas recheadas de garotas lindas, com roupas cada vez mais micros e transparentes, danças e poses em closes ginecológicos, chegam sozinhas. E saem sozinhas. Empresários, advogados, engenheiros que estudaram, trabalharam, alcançaram sucesso profissional e, sozinhos.

Tem mulher contratando homem para dançar com elas em bailes, os novíssimos "personal dance", incrível. E não é só sexo não, se fosse, era resolvido fácil, alguém duvida?

Estamos é com carência de passear de mãos dadas, dar e receber carinho sem necessariamente ter que depois mostrar performances dignas de um atleta olímpico, fazer um jantar pra quem você gosta e depois saber que vão "apenas" dormir abraçados, sabe, essas coisas simples que perdemos nessa marcha de uma evolução cega.

Pode fazer tudo, desde que não interrompa a carreira, a produção. Tornamos-nos máquinas e agora estamos desesperados por não saber como voltar a "sentir", só isso, algo tão simples que a cada dia fica tão distante de nós.

Quem duvida do que estou dizendo, dá uma olhada no site de relacionamentos Orkut, o número que comunidades como: "Quero um amor pra vida toda!", "Eu sou pra casar!" até a desesperançada "Nasci pra ser sozinho!". Unindo milhares, ou melhor, milhões de solitários em meio a uma multidão de rostos cada vez mais estranhos, plásticos, quase etéreos e inacessíveis.

Vivemos cada vez mais tempo, retardamos o envelhecimento e estamos a cada dia mais belos e mais sozinhos. Sei que estou parecendo o solteirão infeliz, mas pelo contrário, pra chegar a escrever essas bobagens (mais que verdadeiras) é preciso encarar os fantasmas de frente e aceitar essa verdade de cara limpa. Todo mundo quer ter alguém ao seu lado, mas hoje em dia é feio, démodé, brega.

Alô gente! Felicidade, amor, todas essas emoções nos fazem parecer ridículos, abobalhados, e daí? Seja ridículo, não seja frustrado, "pague mico", saia gritando e falando bobagens, você vai descobrir mais cedo ou mais tarde que o tempo pra ser feliz é curto, e cada instante que vai embora não volta.

Mais (estou muito brega!), aquela pessoa que passou hoje por você na rua, talvez nunca mais volte a vê-la, quem sabe ali estivesse a oportunidade de um sorriso a dois.

Quem disse que ser adulto é ser ranzinza? Um ditado tibetano diz que se um problema é grande demais, não pense nele e se ele é pequeno demais, pra quê pensar nele? Dá pra ser um homem de negócios e tomar iogurte com o dedo ou uma advogada de sucesso que adora rir de si mesma por ser estabanada; o que realmente não dá é continuarmos achando que viver é out, que o vento não pode desmanchar o nosso cabelo ou que eu não posso me aventurar a dizer pra alguém: "vamos ter bons e maus momentos e uma hora ou outra, um dos dois ou quem sabe os dois, vão querer pular fora, mas se eu não pedir que fique comigo, tenho certeza de que vou me arrepender pelo resto da vida".

Antes idiota do que infeliz!

segunda-feira, 1 de junho de 2009

Diversão

Porque diversão é solução sim!!!

A vida até parece uma festa,
Em certas horas isso é o que nos resta.
Não se esquece o preço que ela cobra,
Em certas horas isso é o que nos sobra.
Ficar frágil feito uma criança,
Só por medo ou por insegurança.
Ficar bem ou mal acompanhado,
Não importa se der tudo errado.
Às vezes qualquer um faz qualquer coisa
Por sexo, drogas e diversão.
Tudo isso às vezes só aumenta a angústia e a insatisfação.
Às vezes qualquer um enche a cabeça de álcool atrás de distração.
Nada disso as vezes diminui a dor e a solidão.
Tudo isso, ás vezes tudo é fútil, ficar ébrio atrás de diversão.
Nada disso, às vezes nada importa, ficar sóbrio não é solução.
Diversão é solução sim,
Diversão é solução pra mim.

sábado, 23 de maio de 2009

A difícil arte de ser bom (Parte 2)

Mais um trechinho do livro...
"O preconceito e o prejulgamento são uma das atitudes mais prejudiciais ao relacionamento entre as pessoas. Aquele que puder sustentar que jamais teve e que não nutre nenhuma espécie de preconceito contra ninguém pode proclamar-se pessoa perfeita.
Idéias preconcebidas todos temos. Mesmo sem ter visto a Floresta Amazônica, de tanto ouvir a seu respeito, temos sobre ela uma idéia preconcebida. Só quando formos verificar é que saberemos se nossa idéia era verdadeira ou não.
Dá-se o mesmo com relação a pessoas. Em geral prejulgamos nossos amigos, vizinhos e nossos inimigos. Raramente vamos conversar com eles sobre algo que ouvimos dizer ou que vimos acontecer. Achamos que o que vimos ou ouvimos é o suficiente. E julgamos sem dar à pessoa em questão a chance de uma resposta ou explicação. Isso nos coloca quase sempre numa posição negativa frente àqueles de quem suspeitamos. Já nos aproximamos armados, e qualquer que seja a resposta não nos encontrará abertos à verdade, porque já temos nossa opinião.
A única maneira de não prejulgar e não ter preconceito é dialogar. Quem não dialoga, cataloga. E assim catalogamos pessoas com base em cor, sexo, idade, idéias, políticas, métodos, pastorais, profissões, aparência, trajes, carros, casa, dinheiro, quem tem ou não tem. Em base ao catálogo, as julgamos, quase sempre sem conversar pessoalmente para ao menos dar a elas a chance de explicar o porquê.
Não é bom quem nutre preconceitos e cataloga os outros. Há certa crueldade em tratar pessoas como se fossem objetos. E há certa dureza de coração naquele que fala mal do outro e o julga sem jamais haver conversado com ele."

terça-feira, 19 de maio de 2009

Felicidade Realista

Textinho já conhecido por alguns, enviado por minha amiguinha Vó/Fafá!!

"A princípio bastaria ter saúde, dinheiro e amor, o que já é um pacote louvável, mas nossos desejos são ainda mais complexos.

Não basta que a gente esteja sem febre: queremos, além de saúde, ser magérrimos, sarados, irresistíveis.

Dinheiro? Não basta termos para pagar o aluguel, a comida e o cinema: queremos a piscina olímpica e uma temporada num spa cinco estrelas.

E quanto ao amor? Ah, o amor... não basta termos alguém com quem podemos conversar, dividir uma pizza e fazer sexo de vez em quando. Isso é pensar pequeno: queremos AMOR, todinho maiúsculo. Queremos estar visceralmente apaixonados, queremos ser surpreendidos por declarações e presentes inesperados, queremos jantar a luz de velas de segunda a domingo, queremos sexo selvagem e diário, queremos ser felizes assim e não de outro jeito.

É o que dá ver tanta televisão! Simplesmente esquecemos de tentar ser felizes de uma forma mais realista.

Ter um parceiro constante pode ou não, ser sinonimo de felicidade. Você pode ser feliz solteiro, feliz com uns romances ocasionais, feliz com um parceiro, feliz sem nenhum. Não existe amor minúsculo, principalmente quando se trata de amor-próprio.

Dinheiro é uma benção. Quem tem, precisa aproveitá-lo, gastá-lo, usufruí-lo. Não perder tempo juntando, juntando, juntando. Apenas o suficiente para se sentir seguro, mas não aprisionado. E se a gente tem pouco, é com este pouco que vai tentar segurar a onda, buscando coisas que saiam de graça, como um pouco de humor, um pouco de fé e um pouco de criatividade.

Ser feliz de uma forma realista é fazer o possível e aceitar o improvável. Fazer exercícios sem almejar passarelas, trabalhar sem almejar o estrelato, amar sem almejar o eterno.

Olhe para o relógio: hora de acordar. É importante pensar-se ao extremo, buscar lá dentro o que nos mobiliza, instiga e conduz, mas sem exigir-se desumanamente. A vida não é um jogo onde só quem testa seus limites é que leva o prêmio. Não sejamos vítimas ingênuas desta tal competitividade.

A meta está alta demais, reduza-a. Se você não está de acordo com as regras, demita-se.

Invente seu próprio jogo. Faça o que for necessário para ser feliz. Mas não se esqueça que a felicidade é um sentimento simples, você pode encontrá-la e deixá-la ir embora por não perceber sua simplicidade. Ela transmite paz e não sentimentos fortes, que nos atormenta e provoca inquietude no nosso coração. Isso pode ser alegria, paixão, entusiasmo, mas não felicidade."

(Mario Quintana)

sábado, 16 de maio de 2009

Niver de Bruna


Hoje é aniversário dessa boboca!!

Amiga querida, que eu desejo tudo de melhor!!

Que faz parte da minha vida desde sempre, que chora e ri comigo ao mesmo tempo, que eu sinto a vontade de dividir minhas angústias e alegrias. Amiga que me entende, me ajuda, me dá bronca sempre que é preciso!!

Brunete, como diria Patryk, é uma pessoa que é difícil não gostar, uma pessoa sincera, amiga, sem maldades, mas também não pise no calo dela!!

Eu me sinto muito bem sempre que estou na companhia dela e de todas da minha ladeira, fazemos parte da mesma família, da família que a gente escolhe, somos simplesmente mais do que amigas, já somos irmãs!!

Amiga, tu sabe que eu te amo ne?!

domingo, 10 de maio de 2009

Mãe


Esse texto eu escrevi no da das mães de alguns anos atrás, acho que uns 8, mas que ainda continua valendo em cada letra! E na foto minhas duas mães!

Há um alguém especial que existe em minha vida
Um alguém especial que me transformou por completo
Um alguém especial que me ensina o valor que a vida tem
Um alguém especial que me faz sorrir
Um alguém especial que me faz acreditar que dias com chuva são tão bons quanto dias com sol
Um alguém especial que me acha bonita
Um alguém especial que me mostra soluções para os problemas mais difíceis
Um alguém especial que suporta todos os meus defeitos
Um alguém especial faz eu me sentir bem
Um alguém especial que acredita em mim
Um alguém especial que gosta da minha presença
Um alguém especial que está sempre ao meu lado
Um alguém especial que me conforta
Um alguém especial que guarda todos os meus segredos
Um alguém especial que pensa em mim
Um alguém especial que só quer o meu bem
Um alguém especial que me ajuda em tudo
Um alguém especial que me mostra o que é amar
Um alguém especial que me dá uma lição de vida
Um alguém especial que sempre me diz o que é certo ou errado
Um alguém especial em quem eu posso confiar
Um alguém especial que me consola
Um alguém especial me faz suportar os momentos de saudade
Um alguém especial que é carinhoso comigo
Um alguém especial que me entende
Um alguém especial que me faz suportar o lado ruim da vida
Um alguém especial que me faz feliz
Um alguém especial que é único
Um alguém especial que é tudo pra mim
Um alguém pra quem eu especialmente posso dizer: Eu te Amo!
E esse alguém é você MÃE!

segunda-feira, 4 de maio de 2009

A difícil arte de ser ser bom (Parte 1)

Vou postar uns trechos de um livro que to lendo chamado "A difícil arte de ser bom", as palavras falam por ele. Recomendo a todos!

"Ser bom é bom, mas nem sempre é muito fácil. E o mais das vezes também não é muito agradável: nem sempre aqueles a quem beneficiamos nos respeitam. Muitíssimas vezes os inescrupulosos tiram proveito de quem lhes deseja fazer algum bem. E extamente por saberem que quem é bom joga sempre com as mãos limpas, os maus são cheios de truques e crueldades. E essa é, talvez, a razão porque o mundo está cheio de pessoas que concordam em ser boas até certo ponto. Ser bom demais quase ninguém quer, porque ser bom demais é sinônimo de ser tolo. A isso chegamos (...)
O elogio verdadeiro é ato de amor. Quem é bom sabe elogiar. Quem é mau sempre acha o que criticar (...)
Viver é a arte de recomeçar tantas vezes quantas for preciso. Nunca porém, da estaca zero. Somos como aquele que cai, enquanto sobe, correndo, uma escada. Cai pra cima e recomeça mais acima. É assim a vida de quem sabe porque vive!"

domingo, 26 de abril de 2009

Beijo


Sabedoria de minha avó:

"Algumas mulheres enrubescem quando são beijadas;
algumas chamam a polícia;
algumas praguejam;
algumas mordem;
mas as piores são as que sorriem!"

sexta-feira, 24 de abril de 2009

Tempos modernos

"Eu vejo a vida melhor no futuro, eu vejo isso por cima de um muro de hipocrisia que insiste em nos rodear. Eu vejo a vida mais clara e farta, repleta de toda satisfação que se tem direito, do firmamento ao chão. (...) Eu vejo um novo começo de era, de gente fina, elegante e sincera, com habilidade pra dizer mais sim do que não."

sexta-feira, 17 de abril de 2009



Falar é completamente fácil, quando se tem palavras em mente que expressem sua opinião.
Difícil é expressar por gestos e atitudes o que realmente queremos dizer, o quanto queremos dizer, antes que a pessoa se vá.

Fácil é julgar pessoas que estão sendo expostas pelas circunstâncias.
Difícil é encontrar e refletir sobre os seus erros, ou tentar fazer diferente algo que já fez muito errado.

Fácil é ser colega, fazer companhia a alguém, dizer o que ele deseja ouvir.
Difícil é ser amigo para todas as horas e dizer sempre a verdade quando for preciso. E com confiança no que diz.

Fácil é analisar a situação alheia e poder aconselhar sobre esta situação.
Difícil é vivenciar esta situação e saber o que fazer. Ou ter coragem pra fazer.

Fácil é demonstrar raiva e impaciência quando algo o deixa irritado.
Difícil é expressar o seu amor a alguém que realmente te conhece, te respeita e te entende. E é assim que perdemos pessoas especiais.

Fácil é mentir aos quatro ventos o que tentamos camuflar.
Difícil é mentir para o nosso coração.

Fácil é ver o que queremos enxergar.
Difícil é saber que nos iludimos com o que achávamos ter visto. Admitir que nos deixamos levar, mais uma vez, isso é difícil.

Fácil é dizer "oi" ou "como vai?"
Difícil é dizer "adeus". Principalmente quando somos culpados pela partida de alguém de nossas vidas.

Fácil é abraçar, apertar as mãos, beijar de olhos fechados.
Difícil é sentir a energia que é transmitida. Aquela que toma conta do corpo como uma corrente elétrica quando tocamos a pessoa certa.

Fácil é querer ser amado.
Difícil é amar completamente só. Amar de verdade, sem ter medo de viver, sem ter medo do depois. Amar e se entregar. E aprender a dar valor somente a quem te ama.

Fácil é ouvir a música que toca.
Difícil é ouvir a sua consciência. Acenando o tempo todo, mostrando nossas escolhas erradas.

Fácil é ditar regras.
Difícil é seguí-las. Ter a noção exata de nossas próprias vidas, ao invés de ter noção das vidas dos outros.

Fácil é perguntar o que deseja saber.
Difícil é estar preparado para escutar esta resposta. Ou querer entender a resposta.

Fácil é chorar ou sorrir quando der vontade.
Difícil é sorrir com vontade de chorar ou chorar de rir, de alegria.

Fácil é dar um beijo.
Difícil é entregar a alma. Sinceramente, por inteiro.

Fácil é sair com várias pessoas ao longo da vida.
Difícil é entender que pouquíssimas delas vão te aceitar como você é e te fazer feliz por inteiro.

Fácil é ocupar um lugar na caderneta telefônica.
Difícil é ocupar o coração de alguém. Saber que se é realmente amado.

Fácil é sonhar todas as noites.
Difícil é lutar por um sonho.

Eterno, é tudo aquilo que dura uma fração de segundo, mas com tamanha intensidade, que se petrifica, e nenhuma força jamais o resgata.

(Carlos Drummond de Andrade)

segunda-feira, 13 de abril de 2009

Amado

Como pode ser gostar de alguém
E esse tal alguém não ser seu
Fico desejando nós gastando o mar
Pôr do Sol, postal, mais ninguém
Peço tanto a Deus
Para esquecer
Mas só de pedir me lembro
Minha linda flor
Meu jasmim será
Meus melhores beijos serão seus
Sinto que você é ligado a mim
Sempre que estou indo, volto atrás
Estou entregue a ponto de estar sempre só
Esperando um sim ou nunca mais
É tanta graça lá fora passa
O tempo sem você
Mas pode sim
Ser sim amado e tudo acontecer
Sinto absoluto o dom de existir, não há solidão, nem pena
Nessa doação, milagres do amor
Sinto uma extensão divina
É tanta graça lá fora passa
O tempo sem você
Mas pode sim
Ser sim amado e tudo acontecer
Quero dançar com você
Dançar com você
Quero dançar com você
Dançar com você

quarta-feira, 8 de abril de 2009

O bom da vida

O bom da vida é acordar um dia vendo tudo de outra forma, em um dia se acha que as coisas só dão errado, o melhor é ter o outro dia para rir das bobagens do que foi pensado no anterior.

O bom da vida é quando alguém te dá as costas e logo depois um outro alguém te abre os braços.

O bom da vida é chorar por alguém e logo depois morrer de rir por outro alguém.

O bom da vida é saber que se tem amigos que são poucos, mas são verdadeiros.

O bom da vida é saber que sua família vai ser sempre o seu porte seguro, em qualquer ocasião.

O bom da vida é saber ouvir quando uma outra pessoa te abre os olhos e te faz enxergar o que você não quer ver.

O bom da vida é saber que aquela pessoa não te ama como você gostaria, mas aquela outra pessoa te ama mais do que você imagina.

O bom da vida é saber dar valor a quem realmente merece.

O bom da vida é aprender com os erros e não cometê-los mais.

O bom da vida é saber voltar atrás quando necessário.

O bom da vida é amar e ser amado.

O bom da vida é ser feliz mesmo quando tudo conspira para a tristeza.

O bom da vida é saber tirar proveito das mais variadas situações.

O bom da vida é ter alguém ao seu lado pra tudo... e pra nada também.

O bom da vida é saber viver!

quarta-feira, 1 de abril de 2009

Não olhe pra trás



Nem tudo é como você quer
Nem tudo pode ser perfeito
Pode ser fácil se você
Ver o mundo de outro jeito
Se o que é errado ficou certo
As coisas são como elas são
Se inteligência ficou cega de tanta informação

Se não faz sentido
Discorde comigo
Não é nada demais
São águas passadas
Escolha uma estrada
E não olhe pra trás

Você quer encontrar a solução
Sem ter nenhum problema
Insistir e se preocupar demais
Cada escolha é um dilema
Como sempre estou mais do seu lado que você
Siga em frente em linha reta
E não procure o que perder

sexta-feira, 27 de março de 2009

O desígnio do viajante

Nunca ninguém se perdeu. Tudo é verdade e caminho.

Há um arrepio de medo que me percorre. É dia e está sol lá fora. Penso neste momento que 'Tudo é verdade e caminho' sintetiza na perfeição o que acho que seja a resposta de criança à pergunta sem idade: há um sentido para a vida? A vida não se faz senão de erros, mas todos os erros não são caminhos tomados por engano, em vez daquele certo que se insinuava mais tranquilo e proveitoso. Não... Tudo é verdade e caminho. Todos os caminhos errados não são caminhos errados, porque são caminhos como os outros. A felicidade do caminho certo, tem o mesmo valor da tristeza do caminho errado. Uma lágrima o mesmo valor de um sorriso aberto.

O que tem tudo isto a ver com o Destino? É fácil de ver, mais doce ainda de entender no coração. Pensas que tens um caminho, enganas-te... Pois na verdade, todos os caminhos são teus, e todos esses caminhos são os caminhos por percorrer. Nunca temas perder-te, pois só pode temer perder-se quem sabe para onde vai, e quem pode saber tal coisa? Se tens medo de errar, temes a vida, temes viver e saber da verdade que ai reside.

Nunca ninguém se perdeu. Não se pode perder quem nunca pode ter um só caminho, um fim de estrada guardado na sombra de uma árvore velha, um poço de água e fruta acabada de colher. Nunca ninguém se perdeu, porque todos os caminhos são os teus caminhos, e todos os erros, atalhos para outra verdade.

Tudo é verdade e caminho. Sim... Quando pensas que nenhum sentido tem a tua vida, porque ninguém por ela olha e te orienta, devias antes saber que olha por ela a ignorância suprema, a senhora de todas as vidas, chamada Destino. Todo o seu corpo é uma descoberta, mãos fechadas no mistério, ou braços desnudos, tudo que brilha quando o descobres. É por desconheceres que finalmente conheces. Chama-se a isso o desígnio do viajante.

(Fernando Pessoa)

sábado, 21 de março de 2009

Luz dos Olhos

Ainda no clima de Nando-Reis-e-Victor-e-Leo-perfeito-ontem... musiquinha de Nando Reis... ta dado o recado!!!

Ponho os meus olhos em você, se você está
Dona dos meus olhos é você, avião no ar
Dia pra esses olhos sem te ver, é como o chão do mar
Liga o radio a pilha, a TV, só pra você escutar
A nova música que eu fiz agora
Lá fora a rua vazia chora

Os meus olhos vidram ao te ver, são dois fãs, um par
Pus nos olhos vidros pra poder, melhor te enxergar
Luz dos olhos para anoitecer, é só você se afastar
Pinta os lábios para escrever, a tua boca é minha
Que a nossa musica eu fiz agora, lá fora a lua irradia a glória

E eu te chamo, eu te peço vem
Diga que você me quer, porque eu te quero também

Faço as pazes tentando
Passo as tardes pensando em te telefonar
Cartazes te procurando
Aeronaves seguem pousando sem você desembarcar

Pra eu te dar a mão nessa hora
Levar as malas pro fusca lá fora
E eu vou guiando, eu te espero vem
Siga onde vão meus pés, que eu te sigo também

Por que eu te amo e eu berro vem
Grita que você me quer porque eu te quero também

terça-feira, 17 de março de 2009

Simples Desejo

Que tal abrir a porta do dia-a-dia
Entrar sem pedir licença
Sem parar pra pensar,
Pensar em nada...

Legal ficar sorrindo à toa, toa
Sorrir pra qualquer pessoa
Andar sem rumo na rua

Pra viver e pra ver
Não é preciso muito
Atenção, a lição
Está em cada gesto
Tá no mar, tá no ar
No brilho dos seus olhos

Eu não quero tudo de uma vez
Eu só tenho um simples desejo
Hoje eu só quero que o dia termine bem
Hoje eu só quero que o dia termine muito bem

sábado, 14 de março de 2009

Tanta solidão

Entrando no clima "Victor-e-Leo-sexta-que-vem" uma musiquinha que tem a ver com o momento!

Veja no céu
Hoje a lua não saiu
Sem você
Nem o meu olhar se abriu
Pra não ver tanta solidão
Queria aquele beijo que você negou
Queria ao menos uma noite de amor pra mim
Nada a fazer
A não ser te esperar
Porque sei
Nada nesse mundo irá me fazer
Esquecer você

terça-feira, 10 de março de 2009

Saudade

Quando a saudade aperta não há nada que faça as coisas melhorarem. Cada gesto, cada música, cada momento faz lembrar de quem não está mais aqui, de quem partiu, de quem deixou bons momentos e a vontade imensa de ficar junto de novo!
"Perdido vou ficando aqui sem você, sem você. Nem o tempo me faz companhia, não me arranca essa agonia de viver sem você."

terça-feira, 3 de março de 2009

Paciência (Parte 2)

Eu já disse que Lenine é o cara... e agora digo que essa é a música!! Muitas vezes estamos meio perdidos, achando que estamos no fim da linha, que não há mais jeito, quando na verdade basta ter um pouco mais de paciência, um pouco mais de calma, pois a vida não para e no final tudo dá certo!!

"Mesmo quando tudo pede um pouco mais de calma
Até quando o corpo pede um pouco mais de alma
A vida não para
Enquanto o tempo acelera e pede pressa
Eu me recuso faço hora vou na valsa
A vida é tão rara
Enquanto todo mundo espera a cura do mal
E a loucura finge que isso tudo é normal
Eu finjo ter paciência
O mundo vai girando cada vez mais veloz
A gente espera do mundo e o mundo espera de nós
Um pouco mais de paciência
Será que é o tempo que lhe falta pra perceber
Será que temos esse tempo pra perder
E quem quer saber
A vida é tão rara (Tão rara)
Mesmo quando tudo pede um pouco mais de calma
Mesmo quando o corpo pede um pouco mais de alma
Eu sei, a vida não para (a vida não para não)"

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

O direito ao f...

Não sou muito a favor de palavrões, nem quero fazer apologia a isso... mas esse texto está muito bem escrito, não resisti!!

O nível de stress de uma pessoa é inversamente proporcional à quantidade de "foda-se!" que ela fala. Existe algo mais libertário do que o conceito do "foda-se!"? O "foda-se!" aumenta minha auto-estima, me torna uma pessoa melhor. Reorganiza as coisas. Me liberta. "Não quer sair comigo? Não? Então foda-se!". "Vai querer decidir essa merda sozinho(a) mesmo? Então foda-se!". O direito ao "foda-se!" deveria estar assegurado na Constituição Federal.

Os palavrões não nasceram por acaso. São recursos extremamente válidos e criativos para prover nosso vocabulário de expressões que traduzem com a maior fidelidade nossos mais fortes e genuínos sentimentos. É o povo fazendo sua língua. Como o Latim Vulgar, será esse Português Vulgar que vingará plenamente um dia.

Prá caralho", por exemplo. Qual expressão traduz melhor a idéia de muita quantidade do que "Prá caralho"? "Prá caralho" tende ao infinito, é quase uma expressão matemática.A Via-Láctea tem estrelas Prá caralho, o Sol é quente Prá caralho, o universo é antigo Prá caralho, eu gosto de cerveja Prá caralho, entende?

No gênero do "Prá caralho", mas, no caso, expressando a mais absoluta negação, está o famoso "Nem fodendo!". O "Não, não e não!" é tampouco nada eficaz e já sem nenhuma credibilidade. "Não, absolutamente não!" o substituem. O "Nem fodendo!" é irretorquível, e liquida o assunto. Te libera, com a consciência tranqüila, para outras atividades de maior interesse em sua vida. Aquele filho pentelho de 17 anos te atormenta pedindo o carro prá ir surfar no litoral? Não perca tempo nem paciência. Solte logo um definitivo "Danielzinho, presta atençao, filho querido, NEM FODENDO!". O impertinente se manca na hora e vai pro Shopping se encontrar com a turma numa boa e você fecha os olhos e volta a curtir o CD do Lupicínio.

Por sua vez, o "porra nenhuma!" atendeu tão plenamente as situações onde nosso ego exigia não só a definição de uma negação, mas também o justo escárnio contra descarados blefes, que hoje é totalmente impossível imaginar que possamos viver sem ele em nosso cotidiano profissional. Como comentar a bravata daquele chefe idiota senão com um "é PHD porra nenhuma!" ou "ele redigiu aquele relatório sozinho porra nenhuma!". O "porra nenhuma", como vocês podem ver, nos provê sensações de incrível bem estar interior. É como se estivéssemos fazendo a tardia e justa denúncia pública de um canalha. São dessa mesma gênese os clássicos "aspone", "chepone", "repone" e mais recentemente o "prepone" - presidente de porra nenhuma.
Há outros palavrões igualmente clássicos.

Pense na sonoridade de um "Puta que pariu!", ou seu correlato "Pu-ta-que-o-pa-riu!!!", falados assim, cadenciadamente, sílaba por sílaba. Diante de uma notícia irritante qualquer um "puta-que-o-pariu!" dito assim te coloca outra vez em seu eixo. Seus neurônios têm o devido tempo e clima para se reorganizar e sacar a atitude que lhe permitirá dar um merecido troco ou o safar de maiores dores de cabeça.

E o que dizer de nosso famoso "vai tomar no cu!"? E sua maravilhosa e reforçadora derivação "vai tomar no olho do seu cu!". Você já imaginou o bem que alguém faz a si próprio e aos seus quando, passado o limite do suportável, se dirige ao canalha de seu interlocutor e solta: "Chega! Vai tomar no olho do seu cu!". Pronto, você retomou as rédeas de sua vida, sua auto-estima. Desabotoe a camisa e saia na rua, vento batendo na face, olhar firme, Cabeça erguida, um delicioso sorriso de vitória e renovado amor-íntimo nos lábios.

E seria tremendamente injusto não registrar aqui a expressão de maior poderde definição do Português Vulgar: "Fodeu!". E sua derivação mais avassaladora ainda: "Fodeu de vez!". Você conhece definição mais exata, pungente e arrasadora para uma situação que atingiu o grau máximo imaginável de ameaçadora complicação? Expressão, inclusive, que uma vez proferida insere seu autor em todo um providencial contexto interior de alerta e auto-defesa. Algo assim como quando você está dirigindo bêbado, sem documentos do carro e sem carteira de habilitação e ouve uma sirene de polícia atrás de você mandando você parar: O que você fala? "Fodeu de vez!".

Liberdade, igualdade, fraternidade e FODA-SE!
(Millôr Fernandes)