quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Parênteses


Sei que disse no último post que começaria a série de postagens sobre lugares, porém, penúltimo dia do ano, coisas boas acontecendo para finalizar bem este que foi um ano de vários contrastes para mim... tristeza infinita no início, felicidade total no fim.
Portanto, um parênteses para um post de uma música que eu acho linda, e tem todo um significado particular para mim.

Feliz 2011, que seja mais um ano de fortes emoções positivas para todos nós!!

PS - Fotinha tirada na Cidade das Flores que eu tanto amo, Garanhuns.
PS2 - Parabéns cabecinha, minha irmanzinha!! 23 anos de teimosia, brabeza e super sinceridade!!

Bela Flor (Maria Gadu)

A Flor que vem me lembrar
A Flor que é quase igual
A Flor que muito pensa
A Flor que fecha o sol
Parece a mesma Flor
Só muda o coração
Quando se unem são a Flor que inspirou a canção
Bela Flor, pouco disse
Gêmea Flor que cresceu no rio
Bela Flor, pouco disse
Gêmea Flor que cresceu no rio
Que dance a linda Flor girando por ai
Sonhando com amor sem dor, amor de Flor
Querendo a Flor que é, no sonho a Flor que vem
Ser duplamente Flor, encanta, colore e faz bem
Bela Flor, pouco disse
Gêmea Flor que cresceu no rio
Bela Flor, pouco disse
Gêmea Flor que cresceu no rio
Oh, Flor, se tu canta essa canção
Todo o meu medo se vai pro vão
Pra longe, longe que eu não quero ir
Mas deixe seu rastro pólen, Flor pra eu poder seguir

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Nove série

Atendendo a alguns pedidos (um, para ser mais exata kkk) vou começar uma série de posts sobre lugares que já fui, que nunca fui, que gostaria de ir, que não morro sem ir, etc...

Aguardem e confiem!!

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Enquanto Houver Amizade

(Em Porto Seguro, com 'nossa' camisa)

Post sobre amizade, e é quase impossível falar sobre este assunto sem pensar nas minhas amigas Forevemente... e quando eu lembro de onde surgiu esse apelido, aparece imediatamente um sorriso no meu rosto!! A gente em Porto Seguro, fazendo camisa, e vendo os nomes que iam entrar, "coloca fulana" "se ela entrar tem que entrar fulana"... e nisso entrou gente que nao devia e ficou de fora quem não merecia... Mas o 'grupinho' das verdadeiras Amigas (com A maiúsculo) permanece até hoje, quase 10 anos depois, independente de nome em camisa!!

Eu vejo pessoas por ai que mal têm contato com seus amigos de escola, e fico muitíssimo orgulhosa de conservar e conviver, ainda, com meus amigos de escola. Isso é o que se chama "Amizade", é mesmo não tendo mais a convivência diária, mesmo com todas as novas obrigações do dia-a-dia, mesmo se vendo beem menos, conservar o carinho, amor e respeito de sempre, é estar sempre à disposição num simples piscar de olhos!!

Quando estamos juntas é só risada... olhando as fotos estamos quase sempre às gargalhadas!! E tentei escolher só uma foto, mas não deu. Por isso vão algumas que eu acho mais legais e que estão quase todas!!

(Niver de Manu)

E não tem como não lembrar delas quando leio alguns textos... e esse em especial tem tudo a ver!!

"Enquanto Houver Amizade
(Albert Einstein)

Pode ser que um dia deixemos de nos falar
Mas enquanto houver amizade faremos as pazes de novo
Pode ser que um dia o tempo passe
Mas se a amizade permanecer um do outro há de se lembrar
Pode ser que um dia nos afastemos
Mas se formos amigos de verdade, a amizade nos reaproximará
Pode ser que um dia não mais existamos
Mas se ainda sobrar amizade nasceremos de novo um para o outro
Pode ser que um dia tudo acabe
Mas com a amizade construiremos tudo novamente
Cada vez de forma diferente
Sendo único e inesquecível
Cada momento que juntos viveremos
E nos lembraremos para sempre
Há duas formas para viver sua vida
Uma é acreditar que não existe milagre
A outra é acreditar que todas as coisas são um milagre"

(Casamento de Malu)

#AMO

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

O paradoxo do nosso tempo

" Nós bebemos demais, fumamos demais, gastamos sem critérios, dirigimos rápido demais, ficamos acordados até muito mais tarde, acordamos muito cansados, lemos muito pouco, assistimos TV demais e rezamos raramente.

Multiplicamos nossos bens, mas reduzimos nossos valores. Nós falamos demais, amamos raramente, odiamos frequentemente. Aprendemos a sobreviver, mas não a viver, adicionamos anos à nossa vida, e não vida aos nosso anos.

Fomos e voltamos à Lua, mas temos dificuldade em cruzar a rua e encontrar um vizinho. Conquistamos o espaço, mas não o nosso próprio.

Fizemos muitas coisas maiores, mas pouquíssimas melhores.

Limpamos o ar, mas poluímos a alma; dominamos o átomo, mas não nosso preconceito; escrevemos mais, mas aprendemos menos; planejamos mais, mas realizamos menos.

Aprendemos a nos apressar e não, a esperar.

Construímos mais computadores para armazenar mais informação, produzir mais cópia do que nunca, mas nos comunicamos menos.

Estamos na era do 'Fast-Food' e da digestão lenta; do homem grande de caráter pequeno; dos lucros acentuados e relações vazias.

Essa é a Era de dois empregos, vários divórcios, casas chiques e lares despedaçados.

Essa é a Era das viagens rápidas, fraldas e moral descartáveis, das rapidinhas, dos cérebros ocos e das pílulas 'mágicas'.

Um momento de muita coisa na vitrine e muito pouco na dispensa.

Uma Era que leva essa carta a você, e uma Era que te permite dividir essa reflexão ou simplesmente clicar 'delete'.

Lembre-se de passar tempo com as pessoas que ama, pois elas não estarão aqui pra sempre.

Lembre-se de dar um abraço carinhoso em seus pais, num amigo, pois não lhe custa um centavo sequer.

Lembre-se de dizer 'eu te amo' à sua esposa(o) e às pessoas que ama.

Mas em primeiro lugar se ame... se ame muito e a Deus sobre todas as coisas.

Um beijo e um abraço curam a dor, quando vêm lá de dentro.

Por isso valorize sua família e as pessoas que estão ao seu lado, SEMPRE." (George Carlin)

George Carlin nasceu nos EUA, foi humorista, ator, autor, pioneiro no humor de crítica social. Crítico acérrimo das religiões, ateu convicto, principalmente no sentido da culpa e do controle social, defendia valores seculares. Chegou a participar de vários filmes e séries de TV. Em junho de 2008 sentiu fortes dores no peito, vindo a falecer, aos 71 anos. (Fonte: Wikipédia)

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Carlos Pena Filho

Do dia 19 de novembro de 2010 ao dia 16 de janeiro de 2011 estará acontecendo no Espaço Santander a Mostra "Carlos Pena Filho - 50 anos de memória", onde haverá exposições, palestras e mesas redondas sobre a vida e obra dele. Vale a pena conferir.

"A Solidão e sua Porta

Quando mais nada resistir que valha
a pena de viver e a dor de amar.
E quando nada mais interessar
(nem o torpor do sono que se espalha).

Quando, pelo desuso da navalha,
a barba livremente caminhar
e até Deus em silêncio se afastar
deixando-te sozinho na batalha

a arquitetar na sombra a despedida
do mundo que te foi contraditório,
lembra-te que, afinal te resta a vida

com tudo que é insolvente e provisório
e de que ainda tens uma saída:
entrar no acaso e amar o transitório

(Carlos Pena Filho)"

Santander Cultural - Av. Rio Branco, 23, Bairro do Recife.
De terça a quinta feira, das 14h as 20hs
De sexta a domingo, das 14h as 22hs.

www.carlospenafilho.com.br

domingo, 7 de novembro de 2010

... (3)

"Enquanto a maioria acha que nosso cérebro controla as ações, frequentemente é o coração que tem o maior trabalho. Nos faz cometer as coisas mais doidas, mas também nos faz aventurar em coisas novas. Porque quando abrimos nosso coração podemos explorar um mundo de amor, nos surpreendendo com as pessoas que já estão em nossas vidas. Mas, infelizmente, nossos corações são muito sensíveis, e quando está partido tudo ao nosso redor se despedaça. É o escurecimento total do coração."

domingo, 31 de outubro de 2010

... (2)

E em um instante tudo muda. Esquecemos o passado e vamos em direção ao desconhecido, nosso futuro. Vamos para lugares distantes para tentar nos encontrar... ou tentamos nos perder explorando os prazeres perto de casa. Os problemas começam quando nos recusamos a mudar e voltamos aos velhos hábitos. Mas ao segurar-se muito no passado o futuro pode nunca chegar.

terça-feira, 26 de outubro de 2010

...

"No tempo certo todos vemos o que estava bem na nossa cara. E perceber que não importa quanto tempo levou, vale a espera. Mas para alguns esse momento nunca chega. Ao invés de curar velhas feridas, a espera só abre novas, tempo após tempo."

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

The Cranberries


Logo mais a noite vai rolar o show do "The Cranberries". Não posso dizer que é minha banda preferida, nem que esperei toda a minha vida por esta noite, porém estou super ansiosa. Claro que gosto das músicas, mas um motivo maior é o que a banda representa em minha vida.
Conheci The Cranberries através de minha amiga Fabiola, nos tempos em que passávamos as férias juntas em Gaibu. Era um mês inteiro onde fazíamos tudo o que tínhamos vontade, era um mês literalmente de liberdade.
Praticamente todos os dias sentavamos na rede na varanda, e ouvíamos música. Fabiola e Savinho tocavam/ensaiavam algumas músicas no violão, e assim passávamos horas conversando e brincando. O que mais ouvíamos era Djavan ("um dia frio, um bom lugar pra ler um livro"), Oasis ("today is gonna be the day") e claro, The Cranberries...
Era engraçado porque a gente ficava brincando dizendo que íamos formar uma banda, e essa foto é justamente a foto da capa do nosso CD, que do nada tiramos, e Fabiola comentou que era bem típica de encarte!
Bom, hoje no show só vai dar Gaibu na minha cabeça... e estar lá ao lado dessas pessoas vai ser perfeito! Ouvir Ode to my Family ao lado deles relembrando os momentos felizes que passamos, e pensar que ainda somos amigos, mesmo depois de 10 anos que passamos nossas últimas férias juntos, é de emocionar a pessoa aqui!!
Não sei dizer qual a minha música preferida... mas esta abaixo está entre elas, e é uma das que me faz relembrar bons e felizes momentos!!

(Haja nostalgia kkkkkkk)


quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Um homem inteligente falando das mulheres

Texto muito bom... indico a todos os meus amigos, e aos homens que lerem esse blog!!
Quem sabe assim vocês aprendem um pouquinho ne?

-----------------------------

O desrespeito à natureza tem afetado a sobrevivência de vários seres, e entre os mais ameaçados está a fêmea da espécie humana.
Tenho apenas um exemplar em casa, que mantenho com muito zelo e dedicação, mas na verdade acredito que é ele quem me mantém. Portanto, por uma questão de auto-sobrevivência, lanço a campanha "Salvem as mulheres!".
Tomem aqui os meus poucos conselhos em fisiologia da feminilidade a fim de que preservemos os raros e preciosos exemplares que ainda restam.

Habitat

Mulher não pode ser mantida em cativeiro. Se for engaiolada fugirá ou morrerá por dentro. Não há corrente que as prenda e as que se submetem à jaula perdem o seu DNA. Você jamais terá a posse de uma mulher, o que vai prendê-la a você é uma linha frágil que precisa ser reforçada diariamente.

Alimentação correta

Ninguém vive de vento. Mulher vive de carinho. Dê-lhe em abundância. É coisa de homem, sim, e se ela não receber de você vai pegar de outro. Beijos matinais e um 'eu te amo' no café da manhã as mantém viçosas e perfumadas durante todo o dia. Um abraço diário é como água para as samambaias. Não a deixe desidratar. Pelo menos uma vez por mês é necessário, senão obrigatório servir um prato especial.

Flores

Também fazem parte do seu cardápio - mulher que não recebe flores murcha rapidamente e adquire traços masculinos como rispidez e brutalidade.

Respeite a natureza

Você não suporta TPM? Case-se com um homem. Mulheres menstruam, choram por nada, gostam de falar do próprio dia, discutir a relação... se quiser viver com uma mulher prepare-se pra isso.

Não tolha a sua vaidade

É da mulher hidratar as mechas, pintar as unhas, passar batom, gastar o dia inteiro no salão de beleza, colecionar brincos, comprar muitos sapatos, ficar horas escolhendo roupas no shopping. Entenda tudo isso e apóie.

Cérebro feminino não é um mito

Por insegurança a maioria dos homens prefere não acreditar no cérebro feminino. Por isso procuram aquelas que fingem não possuí-lo (e algumas realmente o aposentaram). Então aguente mais essa: mulher sem cérebro não é mulher, mas um mero objeto de decoração. Se você cansou de colecionar bibelôs, tente se relacionar com uma mulher. Algumas vão lhe mostrar que algumas têm mais massa cinzenta que você. Não fuja dessas, aprenda com elas e cresça. E não se preocupe, ao contrário do que ocorre com os homens, a inteligência não funciona como repelente para as mulheres.

Não faça sombra sobre ela. Se você quiser ser um grande homem tenha uma mulher ao seu lado, nunca atrás. Assim, quando ela brilhar, você vai pegar um bronzeado. Porém se ela estiver atrás, você vai levar um pé na bunda.

Aceite: mulheres também têm luz própria e não dependem de homem para brilhar. O homem sábio alimenta os potenciais da parceira e os utiliza para motivar os próprios. Ele sabe que, preservando e cultivando a mulher ele estará salvando a si mesmo.

É meu amigo, se você acha que mulher é caro demais, vire gay.

Só tem mulher quem pode!

(Luis Fernando Veríssimo)

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Dia das Crianças


Depois de uma semana cansativa, e maravilhosa...

Primeiro foi Gui;
Segundo foi Nando Reis;
Terceiro foi... melhor pular;
Quarto foi o dia de hoje na granja;

...uma fotinha minha pirraia junto dos meus melhores amigos, irmãos e primos, Luzer e Savinho, com quem eu vivi a infância que desejo para meus filhos!!

Feliz restinho de dia das Crianças...

E que N. Sra. Aparecida abençoe a todos nós!!

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Meu anjo


"Acredita em anjo?
Pois é, sou o seu
Soube que anda triste
Que sente falta de alguém
Que não quer amar ninguém
Por isso estou aqui
Vim cuidar de você
Te proteger, te fazer sorrir
E quando tiver cansada
Cantar pra você sorrir
Te colocar sobre as minhas asas
Te apresentar as estrelas do meu céu
Passar em Saturno e te roubar o mais lindo anel
Vou secar qualquer lágrima
Que ousar cair
Vou desviar todo mal do seu pensamento
Vou estar contigo a todo momento
Sem que você me veja
Vou fazer tudo que você deseja"

Feliz Aniversário painho!!
Te amo pra sempre!!

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Sabedoria de avó


Recebi esse email de uma amiga, não sei o autor, mas adorei, não foi minha avó falando comigo, mas bem que poderia ter sido, aposto que ela aprova essas palavras!!

"Quando eu for bem velhinha espero receber a graça de num dia de domingo, me sentar na poltrona da biblioteca, e bebendo um cálice de vinho do porto dizer à minha neta:

- Querida, venha cá. Feche a porta com cuidado e sente-se aqui ao meu lado. Tenho umas coisas pra te contar.

E assim, dizer apontando o indicador pro alto:

- O nome disso não é conselho, isso se chama colaboração!
Eu vivi, ensinei, aprendi, cai, levantei, e cheguei a algumas conclusões. E agora do alto dos meus 82 anos, com os ossos frágeis, a pele mole e os cabelos brancos, minha alma é o que me resta, saudável e forte. Por isso, vou colocar mais ou menos assim:
É preciso coragem para ser feliz!
Seja valente.
Siga sempre seu coração.
Para onde ele for, seu sangue, sua veia e seus olhos também irão.
Satisfaça seus desejos. Esse é seu direito e obrigação.
Entenda que o tempo é um paciente professor que irá te fazer crescer, mas a escolha entre ser uma menina grande e uma grande menina vai depender só de você.
Tenha poucos e bons amigos.
Tenha filhos.
Tenha um jardim.
Aproveite sua casa, mas vá a Fernando de Noronha, a Barcelona e à Austrália.
Cuide bem dos seus dentes.
Experimente, mude, corte os cabelos.
Ame.
Ame pra valer, mesmo que ele seja o carteiro.
Não corra o risco de envelhecer dizendo: "ah, se eu tivesse feito"
Tenha uma vida rica de vida.
Vai que o carteiro ganha na loteria! Tudo é possível, e o futuro é imprevisível.
Viva romances de cinema, contos de fada e casos de novela.
Faça sexo, mas não sinta vergonha de também gostar de fazer amor.
E tome conta sempre da sua reputação, ela é um bem inestimável.
Porque sim, as pessoas comentam, reparam e se você der chance elas também inventam detalhes desnecessários.
Se for casar, faça-o por amor.
Não faça por carinho, segurança ou status.
A sabedoria convencional recomenda que você se case com alguém parecido com você, mas isso pode ser um saco!
Prefira a recomendação da natureza, que com a justificativa de aperfeiçoar os genes na reprodução, sugere que você procure alguém diferente de você.
Mas para ter sucesso nessa questão confie no olfato e desconfie da visão.
É o seu nariz quem diz a verdade quando o assunto é paixão.
Faça do fogão, do pente, da caneta, do papel e do armário seus instrumentos de criação.
Leia. Pinte. Desenhe. Escreva.
E, por favor, dance. Dance, dance até o fim, se não por você, o faça por mim.
Compreenda seus pais.
Eles te amam para além da sua imaginação, sempre fizeram o melhor que puderam, e sempre o farão.
Cultive os amigos.
Eles são a natureza ao nosso favor e uma das formas mais raras de amor.
Não cultive as mágoas.
Porque se tem uma coisa que aprendi nessa vida é que um único pontinho preto no oceano branco deixa tudo cinza.
Era só isso minha querida!
Agora é a sua vez.
Por favor encha mais uma vez minha taça e me conte, como vai você?"

sábado, 25 de setembro de 2010

Eu prometo... posso?

Poeminha enviado por uma pessoa que eu adoro, li uma frase que pedi que ela enviasse o resto, achei lindo!!

PS - Não sei o autor

Eu te prometo não te prometer nada
Nem te amar para sempre
Nem não te trair nunca
Nem não te deixar jamais

Estou aqui, te sinto agora
Sem máscaras ou artifícios
E quando for bom para os dois, que o outro fique

Nada tenho a te oferecer
Exceto eu mesmo
Nada a te pedir
Exceto que seja quem tu és

A verdade é o que temos
De melhor para compartilhar um com o outro
Tuas coisas continuam tuas
E as minhas, minhas

Não nos mudaremos
Na loucura de tornar eterno
Esse breve instante
Que passa se crescermos juntos
Ainda que em direção oposta

Saberemos nos amar como somos
E não teremos medo ou vergonha um do outro
Não te prendo nem permito que me prendas

Nenhuma corrente pode deter o curso da vida
Quero que sejas livres como eu próprio quero ser
Companheiros de uma viagem que está apenas começando
Cada vez que nos encontrarmos novamente

sábado, 18 de setembro de 2010

Parabéns pra minha mami


O primeiro post desse blog foi justamente falando de minha mãe, no dia de seu aniversário, dois anos atrás... hoje repito o feito, até porque não canso de falar dessa pessoa tão especial (clichê? sim).

Minha mãe tem alguns defeitos, várias qualidades e uma característica forte: ensinou a mim e a minhas irmãs o significado da palavra 'família'. Parece até bobagem dizer isso, pois todo mundo sabe o que é uma família, mas é muito diferente saber o que é e SER uma, porque família todo mundo tem, mas nem todos são. Digo, repito e garanto, que família como a minha é raro, e não falo só no núcleo pai-mãe-filho não. Falo no núcleo avô, avó, tio, tia, primo, sobrinho, irmão... Minha família é grande e rara, nosso almoço de Natal é feito pra 60 pessoas no mínimo, tudo bem que é o único dia que conseguimos nos reunir sem a falta de ninguém (apenas dos que já estão ao lado de Deus), mas tenho certeza que se um dia qualquer um (qualquer um mesmo) precisar que se reúnam todos, isso acontecerá rapidinho. Somos do tipo que damos as mãos, e estamos juntos para o que der e vier. Existem discussões, claro, como toda e qualquer relação, mas isso não abala o sentido mais forte que nos une que é o amor e a fraternidade.

Isso meus avós ensinaram pra minha mãe, e ela junto do meu pai soube nos repassar isso.

Na adolescência eu e ela tivemos brigas, deixamos de nos entender, mas era só eu precisar de um colo e um conselho que era pra ela que eu corria, sempre foi assim e sempre será. Eu pensei em dizer que minha mãe é tudo pra mim, mas ai eu teria que acrescentar que minhas irmãs também são, e minha avó, e meus primos, e minhas tias, e meus tios... muitas pessoas passam pela nossa vida, amigos, namorados, mas quem fica mesmo é nossa família, e é ela que devemos dar o valor maior.

Mas enfim, hoje é aniversário de minha mãe, nos foquemos a ela.

O que dizer dela?

Esse texto eu escrevi em 2001 pra ela, e continua mais atual que nunca:

"Um alguém especial

Há um alguém especial que existe em minha vida
Um alguém especial que me transformou por completo
Um alguém especial que me ensina o valor que a vida tem
Um alguém especial que me faz sorrir
Um alguém especial que me faz acreditar que dias com chuva são tão bons quanto dias com sol
Um alguém especial que me acha bonita
Um alguém especial que me mostra soluções para os problemas mais difíceis
Um alguém especial que suporta todos os meus defeitos
Um alguém especial faz eu me sentir bem
Um alguém especial que acredita em mim
Um alguém especial que gosta da minha presença
Um alguém especial que está sempre ao meu lado
Um alguém especial que me conforta
Um alguém especial que guarda todos os meus segredos
Um alguém especial que pensa em mim
Um alguém especial que só quer o meu bem
Um alguém especial que me ajuda em tudo
Um alguém especial que me mostra o que é amar
Um alguém especial que me dá uma lição de vida
Um alguém especial que sempre me diz o que é certo ou errado
Um alguém especial em quem eu posso confiar
Um alguém especial que me consola
Um alguém especial me faz suportar os momentos de saudade
Um alguém especial que é carinhoso comigo
Um alguém especial que me entende
Um alguém especial que me faz suportar o lado ruim da vida
Um alguém especial que me faz feliz
Um alguém especial que é único
Um alguém especial que é tudo pra mim
Um alguém pra quem eu especialmente posso dizer:
Eu te Amo!
E esse alguém é você MÃE!"

Parabéns Mamis!!!

terça-feira, 7 de setembro de 2010

Feriado da Independência

"O que acontece em Pipa, fica em Pipa"
... e 8 é par!!

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Mudar...

Só porque eu amo esse texto... e porque muitas mudanças que vivi ultimamente só me fizeram bem, mudanças impostas, mudanças desejadas, mudanças que valeram a pena!!

Enjoy...

Mudar
(Edson Marques)

Mude, mas comece devagar
Porque a direção é mais importante que a velocidade

Sente-se em outra cadeira
Do outro lado da mesa
Mais tarde, mude de mesa

Quando sair, procure andar pelo outro lado da rua
Depois mude de caminho
Ande por outras ruas
Calmamente...
Observando com atenção
Os lugares por onde passa

Tome outro ônibus
Mude por uns tempos o estilo das roupas
Dê os teus sapatos velhos
Procure andar descalço alguns dias

Tire uma tarde inteira
Para passear livremente na praia
Ou no parque
E ouvir o canto dos passarinhos

Veja o mundo de outras perspectivas
Abra e feche gavetas e portas com a mão esquerda
Durma do outro lado da cama...
Depois, procure dormir em outras camas
Assista a outros programas de TV
Compre outros jornais
Leia outros livros
Viva outros romances

Não faça do hábito um estilo de vida
Ame a novidade
Durma mais tarde
Durma mais cedo

Aprenda uma palavra nova por dia
Numa outra língua
Corrija a postura
Coma um pouco menos
Escolha comidas diferentes
Novos temperos, novas cores, novas delícias

Tente o novo todo dia
O novo lado, o novo método
O novo sabor, o novo jeito
O novo prazer, o novo amor
A nova vida, tente

Busque novos amigos
Tente novos amores
Faça novas relações

Almoce em outros locais
Vá a outros restaurantes
Tome outro tipo de bebida
Compre pão em outra padaria
Almoce mais cedo
Jante mais tarde
Ou vice-versa

Escolha outro mercado
Outra marca de sabonete
Outro creme dental
Tome banho em novos horários
Use canetas de outras cores
Vá passear em outros lugares

Ame muito,
Cada vez mais
De modos diferentes

Troque de bolsa, de carteira, de malas
Troque de carro
Compre novos óculos
Escreva outras poesias

Jogue os velhos relógios
Quebre delicadamente esses horrorosos despertadores

Vá a outros cinemas
Outros cabelereiros
Outros teatros
Visite novos museus

Se você não encontrar razões para ser livre
Invente-as
Seja criativo

E aproveite para fazer uma viagem
Despretensiosa,
Longa, se possível sem destino

Experimente coisas novas
Troque novamente
Mude, de novo
Experimente outra vez

Você certamente conhecerá coisas melhores
E coisas piores das já conhecidas
Mas não é isso o que importa

O mais importante é a mudança
O movimento, o dinamismo
A energia

Só o que está morto não muda!
Repita por pura alegria de viver
A salvação é pelo risco
Sem o qual a vida não vale a pena!

sábado, 14 de agosto de 2010

Ser mulher

"As mulheres têm energias que surpreendem os homens.
Elas enfrentam dificuldades e regulam os problemas graves, contudo, elas têm felicidade, amor e alegria.
Sorriem quando queriam gritar, cantam quando queriam chorar, choram quando são felizes e riem quando estão nervosas.
Lutam por aquilo que acreditam.
Revoltam-se contra a injustiça.
Não aceitam um 'não' por resposta quando creem que há uma solução melhor.
Elas se privam para manter a família de pé.
Elas vão ao médico com uma amiga receosa.
Elas amam, incondicionalmente.
Elas choram quando seus filhos têm sucesso e congratulam-se pelas possibilidades de seus amigos.
São felizes quando se propõem falar de um batizado ou casamento.
O seu coração quebra-se quando um amigo morre.
Sofrem pela perda de uma pessoa querida.
Sem dúvidas que são fortes quando pensam que não têm mais energia.
Elas sabem que um beijo e um abraço podem ajudar a cuidar de um coração quebrado.
Mas, não há dúvidas, na mulher há um defeito...
É que ela esquece o quanto vale!"

Para todas as mulheres da minha vida...
Que são tudo pra mim...
Minha mãe, minha avó, minhas irmãs e minhas tias!!

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Balanço


Lara & João. Longueuil. Condomínio. Golf. Bicicleta. Mansões. Trator. Condos. Asfalto. Florzinhas. Amarelas. Azuis. Vermelhas. Árvores. Veadinhos. Marmotas. Pássaros. Bebês. Grávidas. Anne Frederique. Rafaele. Seu Paisagem. Dona Maria. Seu Frederico. Seu Patrik. Seu Galeguinho. Piscina. Churrasqueira a gás. Churrasqueira a carvão. Sol. Frio. Chuva. Vento. Tornado. Basement. Viagem. Carro. Elantra. Imigração. Paisagem. Floresta. Ponte do Brooklyn. Empire State. Yankes. Indiano. Long Island. Metro. Central Park. Fao Schawrz. Lindt. 5th Avenida. Little Brazil. Dinossauros. Múmias. Estátuas. John Lennon. Time Square. Picolé. Lagosta. Red Lobster. Pimenta. Toronto. CN Tower. Fogos. High Park. Rio 40 Graus. Holanda. Copa do Mundo. Niagara Falls. Sonho. Luke. Niagara On The Lake. Berri UQan. Mg Gill. Sherbroke. La Fontaine. Esquilos. Cachorros. Iguana. Pessoas. Bixi. Transito. Mont Royal. Lago dos Castores. Fotos. Família. Montreal. Eaton Centre. Complexe Les Ailes. 123. Cirque du Soleil. Totem. Jardin Nelson. Old Port. Le Deux Pierrots. Serginho. Maíra & Flávio. Paulinha & Newton. Manu & Alexandre. Tati & Rafa. Galamba. Kajita. Priscila & Dudu. Betina. Carol. Jean Drapeau. Circuito de F1. Biosfera. Danger Storm. Jardim Botânico. Amiga. AP. Estádio Olímpico. Place des Arts. Festival de Jazz. Desfile. Just pout Rie. St Catherine. Compras. St Dennis. Comida. Harvey's. Tim Hortons. StarBucks. L'academie. Dunkin Donuts. Quiznos. Ponte Jean Cartier. Jean Talon. BlackBerry. BlueBerry. CranBerry. StrawBerry. Very Berry. Framboesa. Feirante. Inglês. Francês. Two-Bite Brownie. Pepsi. Churrasco. Picanha. Jogo. Jardim. Grama. Areia. Ikea. Future Shop. PharmaPrix. LobLaws. Wal Mart. Fondue. Vinho. Família. Sorvete. Dairy Queen. Blizaaaaaaaaaard. Quebec. Mais Florzinhas. Chineses. Otawa. Parlamento. Mexicano. Cucurucucu Paloma. Praça. Risada. Dor de Barriga. Presentes. Aniversário. Amigos. Passeios. Estação. Irmãs. Conversas. Mãe. Cunhado. Felicidade. Futuro. Mudança. Aeroporto. Saudades.

domingo, 18 de julho de 2010

FELIZ DA VIDA

"Faltava abandonar a velha escola
Tomar o mundo feito coca-cola
Fazer da minha vida sempre o meu passeio publico
E ao mesmo tempo fazer dela o meu caminho so, unico.

Talvez eu seja o ultimo romantico
Dos litorais desse Oceano Atlantico
So falta reunir a Zona Norte a Zona Sul
Iluminar a vida, ja que a morte cai do azul.

So falta te querer
Te ganhar e te perder
Falta eu acordar
Ser gente grande pra poder chorar

Me da um beijo, entao
Aperta a minha mao
Tolice é viver a vida assim sem aventura
Deixa ser
Pelo coraçao
Se é loucura entao melhor nao ter razao."
(Lulu Santos - O Ultimo Romantico)

Se a vida tivesse razao seria super sem graça!!

DEIXA SER PELO CORAÇAO!!!

quinta-feira, 8 de julho de 2010

Niagara


Final de semana passado realizei um dos meus sonhos (muitos sonhos sendo realizados nessa viagem)!!

Conheci Niagara Falls, ou simplesmente as cataratas de Niagara.

Que lugar lindo, fantastico!! Chegando la me decepcionei um pouco com o entorno das cataratas... nunca fui la, mas acho que é algo parecido com Las Vegas, so que em proporçoes menores, claro. Tem uma "rua principal" chamada Clifton Hill que é so comércio. Tem barzinhos, restaurantes, lanchonetes, hotéis, cassinos, brinquedos (uma roda gigante, por exemplo), etc... Voce desce a rua que é uma coisa de loucos e da de cara com o rio, onde estao as cataratas. Sem contar que a vista do luigar mais bonito delas se contrasta com alguns edificios ao fundo.

Mas tirando essa parte, o lugar é impressionante!!

Eu me concentrei apenas nas quedas d agua, e fiquei la olhando, ouvindo o som das aguas correndo, pensando na vida... muito bom!!

Sem contar que o passeio de barquinho é fantastico também. a gente chega bem pertinho da queda, leva um banho, da o maior medo, mas essa imagem com certeza nunca saira da minha cabeça. Um misto de alegria, realizaçao, medo... faz a cabeça rodar a mil, incrivel!!

Esse post foi dedicado a Niagara, mas isso nao quer dizer que toda a viagem nao esteja sendo maravilhosa!! A casa da minha irma e cunhado é linda, o bairro que eles moram idem. Montreal é uma cidade fofa, super organizada, da vontade mesmo de juntas as trouxas e vir morar aqui, mas isso é assunto pra outros e outros posts!!

Vou indo... que ainda tem muito o que conhecer aqui... ao som de "All Star - Nando Reis".

segunda-feira, 28 de junho de 2010

New York City


Eu estava buscando um pouco de inspiracao e coragem pra escrever algumas linhas aqui... primeiro essa postagem vai toda sem acentos porque o pc de minha irma e todo esquisito!!

Bom, meus ultimos dias tem sido perfeitos!! Depois de uma viagem de quase 24 horas (recife - sao paulo - toronto - montreal) chegamos (eu e minha irma) a cidade que nossa irma mais velha escolheu para viver. E so quando chegamos aqui entendemos o porque dela ter deixado toda a nossa vida em Recife, pra viver em outro pais, tao diferente do nosso. Simplesmente porque tudo aqui e maravilhoso.

Ainda nao deu tempo de conhecer mos a cidade, porque no dia seguinte que chegamos fomos direto pra New York. E e sobre essa cidade do caos que eu vou falar um pouco.

A gente se acostuma a ver filmes rodados em NY e quando a gente chega la a impressao que da e de que estamos realmente no centro do mundo. Eu sempre gostei de lugares verdes, o concreto nunca me atraiu muito, mas NY e impressionante. Emociona conhecer todos os lugares que vemos pela TV.

A cidade durante a semana e louca. Gente andando de um lado pro outro, correndo, transito, buzinas, barulho... enlouquece qualquer pessoa sa. Mas em compensacao tem um parque como o Central Park, que basta voce entrar 10m e ja nao escuta o barulho da cidade, so o canto dos passarinhos, as pessoas conversando, da uma paz muito grande, e o que salva a cidade!!

Agora um lugar que eu adorei, apesar do meu cunhado detestar, foi a Times Square, sei la, as coisas la sao hipnotizantes... as luzes por todo lado deixam voce com vontade de ficar ali a noite inteira olhando os detalhes, e mto engracado!!

Mas o lugar mais impressionante e a regiao de onde ficava o World Trade Center. A atmosfera la e muito pesada. Nao da vontade nem de rir pra foto. Voce fica se perguntando como tudo aconteceu, como as coisas ficaram por la no dia do desastre. Ver uma igrejinha que ficava bem do lado intacta mostra a presenca de Deus ali apesar de tudo... O memorial tb e bem triste, voce sai de la com um no na garganta... e emocionante!!

Agora decepcao foi com a Estatua da Liberdade... pense num monumento sem graca!! Ate o Cristo de Gravata e mais interessante. Uma estatua pequena, que nao se ve de lugar nenhum, sem graca total!! O passeio de Ferry Boat pra ver a estatua so fica interessante porque da pra ver toda a Ilha de Manhattan!!

Por enquanto fico por aqui... ta na hora de dormir e amanha fico mais velha!!! Vai rolar festinha com coxinha e brigadeiro canadense aqui!! uhuhuhuhuhuhuhuhuhu!!

Em outra hora posto fotos de Montreal!!

PS - A foto e do Central Park!!

sábado, 12 de junho de 2010

The history of Bocoiós


Essa é a história do meu primo-irmão Bocoió Luzer, que se apaixonou pela Bocoió Simone, que estão esperando o Bocoiozinho Guilherme!!

Eu cresci com meus primos, mais com Luzer e Savinho por sermos da mesma idade. Isso me forçou a aprender a jogar futebol, soltar pipa, jogar bolinha de gude, etc... afinal, eram dois meninos contra uma menina, ou eu brincava com o que eles queriam ou ficava de fora.

Eu sempre me dei muito bem com Savinho, não lembro uma única vez que brigamos, ele sempre fazia tudo por mim e eu por ele, e isso é até hoje. Já eu e Luzer vivíamos brigando, e como dizia minha mãe, eram brincadeiras "sem graça nenhuma". Luzer adorava me afogar na piscina, "brincar" de judô (claro que era desculpa pra me dar rasteira), me colocar no paredão e ficar chutando a bola pra mim, essas coisas bem sutis... Mas também passava uma tarde inteira montando Lego comigo, andando de bicicleta, ou fazendo casinha na árvore. Luzer era tratado como o "irresponsável" que não queria nada com a vida, a não ser curtir ela ao máximo. Não gostava de estudar, só queria saber de se divertir.

Na adolescência a gente se aproximou muito mais, ele se tornou melhor amigo dos meu amigos, e eu lembro com muita saudade das tardes que a gente saía do colégio e ia pra casa dele ficar tocando violão. As conversas no colégio sobre os paqueras, os conselhos, as brincadeiras. Todo mundo pensava que éramos irmãos. E eu achava ele o máximo. Super simpático, amigos de todos, e lindo!! Meu IRMÃO!!

Mas com as coisas da vida a gente foi se distanciando, deixamos de ter a convivência diária, eu deixei de ser sua vizinha, faculdade, trabalho, etc... Mas acompanhei sempre na torcida seus progressos. Quando ele me disse que tinha virado gerente no banco eu fiquei super orgulhosa. Sempre que dá a gente ainda se vê, seja em Itamaracá, seja nas festinhas de família, seja uma visitinha rápida na casa dele... mas NUNCA deixo de pensar nele antes de dormir e rezar para que ele seja sempre muito feliz.

Algumas semanas atrás foi o seu casamento com a melhor pessoa que ele poderia ter escolhido. Simone é uma das pessoas mais meigas que eu já conheci, e com certeza é a pessoa que eu sempre desejei ter ao lado do meu primo. Uma mulher linda, madura, responsável, trabalhadora, um amor de pessoa!! E principalmente, que faz meu primo muito feliz.

Bom, Luzer que era tratado como irresponsável, hoje é gerente de um grande banco mundial, está casado, comprou apartamento, e será PAI!!

E eu estou mais que orgulhosa!!

E pra mostrar esse amadurecimento, ai vai um email que ele me mandou uns dias atrás, num momento que eu estava bem pra baixo:

"Cabe somente a nós modificarmos nossas vidas para que nossos dias sejam vividos com prazer, e o futuro, por mais cedo que chegue, seja melhor.
Você está satisfeita com a vida que leva? Com sua rotina? Seu trabalho? Mude! Não espere por ajuda, se ajude e ajude aos outros também.
O que você está fazendo para melhorar sua vida?
Não importa sua idade, e nem as experiências que você já viveu. Sempre há tempo para tornar a vida melhor.
Hoje vão aparecer problemas para você, e ai? Vai ficar estressada ou vai bater no peito e resolvê-los? Todos temos problemas e dificuldades e não ache que o seu é pior, pois se procurar vais saber que tem gente com problemas muito maiores que o seu.
E sabe o que é interessante? Você sabe disso!
Você não é coitada e nem se faça.
Sorria e seja muito feliz!"

Que a família Bocoió seja muito feliz, e que Guilherme venha com muita saúde... porque com pais lindos como esses, será o menino mais lindo do berçário!!

domingo, 6 de junho de 2010

Only Time

Ontem, cheguei em casa a noite, depois de um dia com meus amigos queridos na volta da minha amiga Aline (que morou mais de um ano em Toronto). Saudadona dela!!

Depois no aniversário de vó Fafá, onde eu ri muuuuito com as leseiras de todos, bom demais!!

Cheguei em casa... sem sono... fiquei vendo TV e assisti pela enésima vez Doce Novembro. Tão fofo esse filme, e ontem pela primeira vez ele mexeu comigo, sabe-se lá porque. Mas me emocionei quando ouvi essa música. Na verdade "Only Time" eu escutei numa época bem ruinzinha da minha vida, e escutar ela ontem de novo, sei lá, me fez voltar a momentos ruins, que eu já tinha deixado bem guardado lá no fundo da memória. O filme acabou e eu fiquei pensando na música, e parei pra pensar em cada frase, cada palavra, cada significado, e putz... que m-ú-s-i-c-a!!! Basta o título dela pra definir tudo... "SÓ O TEMPO". O tempo é o melhor remédio para tudo na vida. Bastou o tempo de algumas horas pra eu voltar a rir com o dia perfeito que foi ontem. O tempo está me fazendo muito bem!!

Então, pra quem não conhece, taí a música "Only Time" de Enya, traduzida:

"Quem pode dizer para onde vai a estrada?
Para onde o dia flui?
Só o tempo.
E quem pode dizer se o seu amor cresce conforme seu coração escolhe?
Só o tempo.
Que pode dizer por que seu coração suspira conforme seu amor voa?
Só o tempo.
E quem pode dizer por que seu coração chora quando seu amor morre?
Só o tempo.
Quem pode dizer, quando os caminhos se cruzam, que o amor deve estar em seu coração?
E quem pode dizer quando o dia termina, se a noite guarda todo seu coração?
Quem sabe?
Só o tempo."

quarta-feira, 2 de junho de 2010

Sereníssima

Ontem procurando algumas coisas achei um CD meu de Legião Urbana, o Acústico MTV. Na mesma hora eu comecei a ouvir. Aquelas músicas me lembram de uma época tão boa, quando eu tinha uns 14, 15 anos... Nunca coloco Legião entre minhas bandas preferidas, mas a minha música preferida é deles, acho até que se eu fizer uma relação das 10 músicas que eu mais gosto vai ter no mínimo umas 4 deles. Vento no Litoral, Giz, Teatro dos Vampiros, Pais e Filhos e tantas outras me fazem refletir tanto, e dependendo do meu estado de espírito me dizem coisas diferentes de quando eu ouvi em um outro momento. E o momento em que eu mais escuto músicas é a noite, deitada na minha cama... vou dormir pensando naqueles versos, e isso normalmente me traz um certo conforto.

Bom, tudo isso é pra escrever aqui a música que eu mais tenho ouvido "Sereníssima", que tem me feito refletir sobre várias coisas e eu não canso de ouvir.
Aliás, eu não gosto de falar palavrão não, mas não tem como definir... PQP, Renato Russo era f....!!!!

"Sou um animal sentimental
Me apego facilmente ao que desperta o meu desejo
Tente me obrigar a fazer o que não quero
E você vai logo ver o que acontece

Acho que entendo o que você quis me dizer
Mas existem outras coisas

Consegui meu equilíbrio cortejando a insanidade,
Tudo está perdido mas existem possibilidades,
Tínhamos a idéia mas você mudou os planos
Tínhamos um plano, você mudou de idéia

Já passou, já passou - quem sabe outro dia.

Antes eu sonhava, agora já não durmo
Quando foi que competimos pela primeira vez?
O que ninguém percebe é o que todo mundo sabe
Não entendo terrorismo, falávamos de amizade.

Não estou mais interessado no que sinto
Não acredito em nada além do que duvido
Você espera respostas que eu não tenho
Mas não vou brigar por causa disso

Até penso duas vezes se você quiser ficar.

Minha laranjeira verde, porque está tão prateada?
Foi da lua desta noite, do sereno da madrugada
Tenho um sorriso bobo, parecido com soluço
Enquanto o caos segue em frente
Com toda a calma do mundo."

terça-feira, 25 de maio de 2010

Quanto mais eu rezo...

As pessoas de tão ridículas chegam a ser engraçadas!!
Confesso que demorei pra perceber esse lado cômico do estresse,
mas tanta coisa boa está acontecendo,
coisas que eu esperei,
coisas que não esperava,
coisas que temia,
coisas que desejava (rimou),
que nada me tira mais do sério!!

Tem gente que tenta...
Mas em contrapartida
tem gente que só me faz sorrir,
ai o que você acha que eu vou fazer?
Do lado de quem eu devo escolher pra ficar?

PS - sou inteligente o suficiente!!!

ó minha cara de preocupada:

terça-feira, 18 de maio de 2010

Meu lugar no mundo



Minha irmã quando decidiu ir morar em outro país deixou um bilhetinho pra minha mãe que dizia, resumindo, que nós éramos o porto seguro dela, independentemente de onde ela estivesse fisicamente. Eu sempre fui muito ligada às questões físicas, aos lugares, às pessoas, aos objetos. Ficar longe do que quer que fosse sempre foi muito difícil pra mim.

Mas hoje eu entendo o que minha irmã quis dizer, entendo as decisões dela. E meu processo de amadurecimento contribuiu bastante pra isso. Passei o último final de semana pensando em muitas coisas que eu quero pra minha vida. Comecei a 'desapegar' de algumas, a 'apegar' em outras, a fortalecer ainda mais outras. Um final de semana na minha casa, na minha praia, nos meus 'cantinhos' serviram pra tomar certas decisões íntimas, que só pertencem a mim, que só interferem em mim. Meu lugar no mundo começou a se firmar, meus valores começaram a se firmar. E isso é mais do que gratificante pra mim, é uma vitória pessoal! E eu queria colocar pra fora isso! Pronto. Falei.

Mas mudando de assunto, e continuando no mesmo.

Gaibu é cada dia mais que perfeito pra mim! Sentar na areia no final da tarde e ficar olhando para o mar, para AQUELE mar, é infinitamente prazeroso!


Acordar as 5hs da manhã e ficar vendo o sol nascer...
Deitar na rede na varanda e ficar ouvindo o barulho das ondas...
Tomar sorvete a noite...
Tomar um banho de mar com minha mãe como antigamente...
Olhar minha paisagem preferida...

Tudo isso são pequenas grandes e fundamentais coisas da vida que me fazem feliz!

E isso eu faço questão de ter pra sempre!

sexta-feira, 7 de maio de 2010

Menos que é mais


Há uns dois anos atrás passava na TV um comercial das Havaianas, na inconfundível voz de Evandro Mesquita, que eu decorei, por dois motivos, primeiro porque eu AMO a voz dele, e segundo porque o texto é perfeito!!

Então, vai ai o texto...

Eu quero menos
Menos preocupação
Menos formalidade
Menos nuvens no céu
Menos roupa
Menos encanação
Menos se levar a sério demais
Menos escritório
Menos cara feia
Menos despertador do lado da cama
Menos falta de tempo
Menos resolver tudo por email
Menos chapinha
Menos distância
Menos complicação
Ah, eu quero menos pra mim... e quer saber?
Eu desejo o mesmo pra você!!

quinta-feira, 29 de abril de 2010

Todo casal deveria ler

Aos casados há muito tempo... aos que não casaram... aos que vão casar, aos que acabaram de casar, aos que pensam em se separar... aos que acabaram de se separar, aos que pensam em voltar...

Por mais que o poder e o dinheiro tenham conquistado uma ótima posição no ranking das virtudes, o amor ainda lidera com folga. Tudo o que todos querem é amar. Encontrar alguém que faça bater forte o coração e justifique loucuras.

Que nos faça entrar em transe, cair de quatro, babar na gravata. Que nos faça revirar os olhos, rir à toa, cantarolar dentro de um ônibus lotado. Tem algum médico aí??? Depois que acaba esta paixão retumbante, sobra o quê? O amor.

Mas não o amor mistificado, que muitos julgam ter o poder de fazer levitar. O que sobra é o amor que todos conhecemos, o sentimento que temos por mãe, pai, irmão, filho. É tudo o mesmo amor, só que entre amantes existe sexo.

Não existem vários tipos de amor, assim como não existem três tipos de saudades, quatro de ódio, seis espécies de inveja. O amor é único, como qualquer sentimento, seja ele destinado a familiares, ao cônjuge ou a Deus.

A diferença é que, como entre marido e mulher não há laços de sangue, a sedução tem que ser ininterrupta. Por não haver nenhuma garantia de durabilidade, qualquer alteração no tom de voz nos fragiliza, e de cobrança em cobrança acabamos por sepultar uma relação que poderia ser eterna.

Casaram. Te amo prá lá, te amo prá cá. Lindo, mas insustentável. O sucesso de um casamento exige mais do que declarações românticas. Entre duas pessoas que resolvem dividir o mesmo teto, tem que haver muito mais do que amor, e às vezes nem necessita de um amor tão intenso.

É preciso que haja, antes de mais nada, respeito. Agressões zero. Disposição para ouvir argumentos alheios. Alguma paciência... Amor, só, não basta. Não pode haver competição. Nem comparações. Tem que ter jogo de cintura para acatar regras que não foram previamente combinadas. Tem que haver bom humor para enfrentar imprevistos, acessos de carência, infantilidades. Tem que saber levar. Amar, só, é pouco.

Tem que haver inteligência. Um cérebro programado para enfrentar tensões pré-menstruais, rejeições, demissões inesperadas, contas pra pagar. Tem que ter disciplina para educar filhos, dar exemplo, não gritar. Tem que ter um bom psiquiatra. Não adianta, apenas, amar.

Entre casais que se unem visando à longevidade do matrimônio tem que haver um pouco de silêncio, amigos de infância, vida própria, um tempo pra cada um. Tem que haver confiança. Uma certa camaradagem, às vezes fingir que não viu, fazer de conta que não escutou. É preciso entender que união não significa, necessariamente, fusão. E que amar, 'solamente', não basta.

Entre homens e mulheres que acham que o amor é só poesia, falta discernimento, pé no chão, racionalidade. Tem que saber que o amor pode ser bom, pode durar para sempre,
mas que sozinho não dá conta do recado. O amor é grande mas não é dois.

É preciso convocar uma turma de sentimentos para amparar esse amor que carrega o ônus da onipotência. O amor até pode nos bastar, mas ele próprio não se basta.

Um bom amor aos que já têm!

Um bom encontro aos que procuram!

E felicidades a todos nós!

(Autor: Artur da Távola)

domingo, 25 de abril de 2010

O amor da minha vida


Só Deus mesmo pra explicar como uma pessoinha de apenas 10 meses de idade consegue fazer coisas inexplicáveis comigo!
Ver o sorriso dele alegra meu dia como nunca nada conseguiu.
E eu fico ali, toda lesa, achando graça em cada movimento... e se ele sorri com as idiotices que eu faço, pronto, meu dia está ganho!!



Meu dia hoje foi perfeito... ele sorriu pra mim!!

sábado, 17 de abril de 2010

Acontece

Hoje acordei um pouco pensativa... acho que só agora consegui absorver essa semana de louco!!

Sábado passado de repente recebo a ligação da minha mãe dizendo que estava internada mas que estava "tudo bem". Eu sou a pessoa que mais odeia hospital nesse mundo... mas larguei o que estava fazendo e corri pra ficar ao lado dela. E só sai de la na quarta-feira. Hoje graças a Deus ela está totalmente recuperada.

Mas isso me fez pensar em tanta coisa. Passar o dia inteiro no quarto de hospital não deixa outra opção a não ser ver TV ou pensar na vida.

Comecei pensando em meu trauma de hospital, objetos cirúrgicos, agulha, sangue. Pensei em quando tudo isso começou. Bom, eu não fui uma criança quietinha, gostava de subir em árvore, andar por cima do muro, correr, andar de bicicleta... e tinha total liberdade para isso!! Como também sempre gostei de ficar descalça, estava feito o estrago. SEMPRE no melhor das férias eu machucava o meu pé, e normalmente não fazia idéia de onde tinha sido. Resultado: dias quieta e vacina anti-tétano. Isso se repetiu por vários anos.

Desde então, toda vez que eu me cortava já associava a imagem da vacina, do repouso, etc... não podia ver um pinguinho de sangue que já abria o berreiro (e eu era boa nisso). E ainda hoje não posso ver sangue, já não abro o berreiro, mas minha pressão cai e eu posso até desmaiar. Frescura? Não sei...

Já o pavor a hospital vem dos dias em que meu pai esteve internado e veio a falecer. Foram 6 dias de aflição, e eu tinha apenas 13 anos. Não deixavam entrar na UTI acompanhada, e quando meu tio, que é médico, não estava lá eu ia sozinha. Cada passo que eu dava no corredor sozinha me dava um nó na garganta, porque eu não sabia como ia encontrar meu pai que estava em coma. E entrar numa UTI, ver todas aquelas pessoas doentes, escutar aquele barulhinho dos aparelhos me marcou demais. Por muito tempo ao entrar num hospital minhas pernas tremiam. Eu evitava sempre que podia, procurava ir só na maternidade.

Mas isso nem sempre era possível. Minha mãe sempre dizia que eu tinha que enfrentar. E ai passei pelo internamento do meu avô, cirurgia da minha irmã, visitas à cunhada na quimioterapia, cirurgia minha, etc... Em todos esse momentos eu ainda me sentia péssima so de sentir o cheiro do hospital. Mas, como tudo na vida acontece na hora certa, essa última semana foi bem diferente.

Eu estou passando por um momento onde tiro forças de onde nem sabia que tinha. Fiz questão de ficar no hospital com minha mãe, aliás, mesmo quando eu não precisava ficar eu quis ficar. Eu PRECISAVA ficar ao lado dela. E minhas pernas não tremeram, a pressão não baixou, eu fiquei bem... no momento do aperreio eu agi sem pensar, fui encarando tudo e no final nem parecia que eu tinha tanto abuso daquele lugar.

A necessidade me fez superar certos medos.

A necessidade está me fazendo mais forte, mais decidida, em todos os aspectos da minha vida.

Uma nova 'EU' está surgindo, muito mais forte!!

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Ela




Semana passada eu, minha mãe e minha irmã estávamos assistindo pela enésima vez "Um lugar chamado Nothing Hill", que por sinal é um dos meus filmes preferidos, e comentamos que a música tema do filme era linda...

Hoje, depois de alguns dias no hospital com minha mãe (que está ótima já, amanha recebe alta, se Deus quiser) eu fiquei pensando na música e vi que tem tudo a ver com essa pessoa maravilhosa que é minha MÃE!!

Mamis, se recupere que a gente vai tirar mta onda nos museus do Canadá!!!!!!!!

Ela (Charles Aznavour)

Ela pode ser o rosto que não consigo esquecer
Um traço de prazer ou arrependimento
Pode ser o tesouro ou
O preço que tenho que pagar

Ela pode ser a canção que o verão canta
Pode ser o arrepio que o outono traz
Pode ser as centenas de coisas diferentes
Que acontecem em um dia

Ela pode ser a bela ou a fera
Pode ser a fome ou a ceia
Pode se transformar todo dia em
Céu ou inferno

Ela pode ser o espelho do meu sonho
Um sorriso refletido em uma correnteza
Ela pode não ser o que parece
Dentro de sua casca

Ela que sempre parece feliz na multidão
Cujos olhos podem ser tão reservados e tão orgulhosos
Ninguém pode vê-los
Quando eles choram

Ela pode ser o amor que não vai durar
Pode vir a mim de sombras do passado
Que eu lembro até o dia que morrer

Ela pode ser a razão pela qual eu sobrevivo
O porque de eu estar vivo
A pessoa com quem me preocuparei nos
Anos difíceis e felizes
Eu, levarei seu sorriso e suas lágrimas
E fazer delas minhas lembranças
Por que onde ela for, eu tenho que estar
O sentido de minha vida é ela, ela, ela...